quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

PRÓXIMA MARCHA - QUELFES

No próximo domingo voltamos a Quelfes, uma freguesia sui generis. É que a freguesia de Quelfes penetra pela cidade de Olhão e ilha da Armona. A ela pertencem a sede do Parque Natural da Ria Formosa, o Circuito de Manutenção, o Centro de Saúde, o Parque Industrial de Olhão e o Centro Comercial Ria Shoping. Apesar de ser uma aldeia pequena ela domina parte importante do concelho.
Hoje estou numa de poesia e apetece recordar aqui o poeta João Lúcio nascido em Olhão em 1880 e falecido em 1918 apenas com 38 anos. O nome João Lúcio está perpetuado no Chalé de Marim ou Chalé Dr João Lúcio que ele teria mandado construir e no busto existente no jardim que tem o seu nome.
Aqui fica parte de um poema dedicado a Olhão e extraído do seu livro mais emblemático, “O Meu Algarve”:
“Terra aonde nasci, brava, movimentada,
Velha amiga do mar, minha terra arrojada,
Onde nunca o valor se extingue e se destrói,
Branca filha de heróis e mãe de tanto herói,
Bela, como tu és, é que te quero mostrar,
Com mirantes de neve, erguidos, a olhar,
Seguindo sobre a água, os sonhos e as velas,
Sob a copa do céu a sacudir estrelas!
Tens ruas brancas que se torcem e coleiam
Dando a impressão que com volúpia ondeiam,
E tendo, no esguio e apertado espaço,
O carinhoso ar afável dum abraço,
Onde há não sei o quê de morno e sensual,
Um bafo de serralho ardente, oriental.
[...]
A casaria tem alvuras argelinas.
Curvas da cor do gelo a desenharem ruas,
Têm alvores sensuais lembrando espáduas nuas...
Uma volúpia doce, astral, desfalecente,
Dissolve-se no ar embriagante e quente...
[...]
Tu tens a languidez, a dormente magia
Que abre nos corações a flor da fantasia,
Um hálito de sonho, ardente e perfumado,
Que levanta as visões dormentes do passado...
Assim, alva e serena, assim misteriosa,
Com teu lindo perfil de branca intemerata,
És como uma grácil moira voluptuosa,
Rebuçada, ao luar, no seu morghot de prata”

O local da partida da marcha é no Mercado Municipal de Quelfes. Previsões meteorológicas: boas. Nada impede a sua presença. TODOS A QUELFES.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

MARCHANTES DA SEMANA

São o Dionísio Marques de Olhão e a Madalena Mendonça de Moncarapacho (atenção Profª. Marisa diga lá às suas alunas para seguirem o exemplo da sua aluna Madalena).

domingo, 26 de fevereiro de 2012

MARCHA DE CASTRO MARIM






Tudo contribuiu para uma belíssima marcha. O tempo, a organização, a beleza do percurso. Foi uma maravilha. Obrigado Castro Marim pela recepção, pelo chá, pelo café, pelas cavacas.
E hoje tivemos muitos municípios presentes. Parece que os senhores presidentes de câmara estão a encontrar soluções inteligentes para o problema dos autocarros. Veremos se o que vimos hoje é para continuar. Vi por lá autocarros de Albufeira, Olhão, Vila Real de Sto António, Lagos, S. Brás de Alportel, Alcoutim, Faro, Monchique e um autocarro da Universidade do Algarve.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

POESIA MATEMÁTICA (PARA ADULTOS)



Quem 60 ao teu lado e 70 por ti,
vai certamente rezar 1/3
para arranjar 1/2
de te levar para 1/4
e ter a coragem de te dizer :
20 comer !!!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A DESORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA

Hoje apetece-me, apesar de me afastar da vocação do blog, estampar aqui alguns números que merecem meditação:
Sabiam que o nosso país tem 230 deputados na Assembleia da Republica e 83 nas Assembleias da Madeira e Açores?
Sabiam que o estado tem ao seu serviço 28.793 automóveis?
Sabiam que se calcula existirem cerca de 40.000 fundações e associações?
Sabiam que há 1.284 serviços e institutos públicos?
Sabiam que há 308 concelhos e 4260 freguesias?
Sabiam que foram eleitos 1.770 vereadores?
Sabiam que os concelhos têm em média 299 km2 de área e 34.000 habitantes?
Sabiam que há um município com 8 km2 de área (São João da Madeira)?
Sabia que o concelho da Ilha do Corvo tem 488 habitantes e Barrancos 1.697 habitantes?
Sabiam que a freguesia mais pequena de Portugal tem 33 eleitores e 50 habitantes?
Sabiam que as freguesias têm em média 21,6 Km2 de área?
Ora pensem bem nestes números. Talvez seja fácil perceber a razão de parte da crise.
E o que é que os inúmeros governos têm feito para reduzir o monstro? NADA.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

SE A MULHER FOSSE UMA BOLA

Aos 20 anos - seria uma bola de futebol - tinha 22 homens atrás dela.
Aos 30 anos - bola de basquetebol - tinha 10 homens atrás dela.
Aos 40 anos - bola de golf - tinha 1 homem atrás dela.
Aos 50 anos - bola de ping-pong - tinha 2 homens a empurrá-la de um para o outro.
Aos 60 anos - bola preta de snooker - tinha todos os homens a evitar tocar nela, antes de tratarem de todas as outras.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

AINDA A MARCHA DO COROTELO - Veja o filme

PRÓXIMA MARCHA - CASTRO MARIM

Nesta preparação para a marcha do próximo domingo, retirámos do “site” da Câmara Municipal de Castro Marim o seguinte:
"No âmbito do Programa do Circuito de Marchas/Corridas – Algarve 2011/2012 do Instituto Português do Desporto, a Câmara Municipal de Castro Marim realiza, dia 26 de Fevereiro, às 10.00 da manhã, uma Marcha Corrida no Sapal de Castro Marim/Vila Real de Santo António, aberta a toda a população.
O ponto de partida será no Pavilhão Municipal de Castro Marim, seguindo-se para a Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António, espaço privilegiado com características únicas para o contacto directo com a fauna e a flora, que fazem deste território um santuário natural.
A Marcha Corrida apresenta dois percursos com diferentes graus de dificuldade: o 1º numa distância de 10 Km e o 2º, mais curto, com 3 Km. Com uma participação prevista de um milhar de pessoas, pretende-se que esta marcha contribua para o desenvolvimento do exercício físico e de bons hábitos de saúde, além dos laços de amizade e solidariedade que se cimentam.
A Marcha Corrida no Sapal de Castro Marim/V.R.S.A. é organizada pela Unidade Orgânica de Cultura e Desporto da Autarquia e tem os apoios do Instituto Português do Desporto, da GNR e dos Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo António.
Para mais informações contacte a Câmara Municipal de Castro Marim através do telefone: 281510748/281510749".

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

MARCHANTES DA SEMANA

Como a marcha foi no concelho de S.Brás de Alportel, hoje temos quatro habitantes desse concelho. São o Guerreiro, o Barriga, a Fernanda e o Custódio.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

MARCHA DO COROTELO





Foi uma marcha "durinha", com 8,5 km, para gente de musculatura dura. Bom tempo, bonita paisagem serrana e habitual boa disposição dos marchantes hoje potenciada por um aquecimento divertido. Foi um bom prelúdio para a tarde de carnaval que aí vinha.
Os autocarros das Câmaras andaram ocupados noutros eventos. Só estiveram presentes autocarros de Faro e Portimão.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

RAPIDINHA ALGARVIA

HUMOR ALGARVIO
Pergunta o miúdo à mãe:
- Ó mãe, o qué um insete?
- Ê cá nã sê, preguntá mana.
- Ó mana, o qué um insete?
- Pôs nã sê... preguntó pai.

- Ó pai, o qué um insete?
- Ó mê granda burre.. um insete sã oite!!!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

MARCHANDO E RINDO

A empregada doméstica vai falar com à patroa.
-Madame, acho que mereço um aumento de ordenado.
A senhora, muito chateada, pergunta:
-Maria, por que é que você acha que merece um aumento? Você só está aqui há três meses!
-Madame, há três razões por que eu acho que mereço um aumento. Em primeiro lugar, eu passo a ferro melhor do que a senhora.
-Quem foi que disse isso?
-Foi o patrão que disse.
-Em segundo lugar, eu cozinho melhor do que a senhora.
-Que grande absurdo, quem disse isso?
-Foi o patrão que disse.
-Em terceiro lugar eu sou melhor na cama do que a senhora.
-FILHO DA P...! Foi o meu marido que disse isso também?
-Não, madame, foi o motorista.
-QUANTO É QUE VOCÊ QUER DE AUMENTO?

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

PRÓXIMA MARCHA - COROTELO

O carnaval teve origem na Grécia entre os anos 600 e 500 AC (antes de Cristo). Os gregos pretendiam, através dessa festa, agradecer aos deuses a fertilidade dos campos e a produção agrícola. Foi só no ano 590 DC (depois de Cristo), que a Igreja Católica adopta o carnaval, pretendendo fazer dele uma despedida ao consumo de carne, o “adeus à carne”, ou em latim “carne vale”, palavras que originaram a actual “carnaval”. Os quarenta dias da Quaresma que se seguiam e a obrigatoriedade da abstinência à carne, proporcionavam uns dias de festa e brincadeira como forma de aceitar melhor o período de contenção que se seguia. São três dias de festa que culminam na 3ª feira gorda ou 3ª feira de carnaval, dia imediatamente anterior à 4ª feira de cinzas, 1º dia da Quaresma, cinzas que os cristão católicos recebem como símbolo pela mudança de vida e da consciência da sua mortalidade.
Façamos, então, à semelhança dos anos anteriores, do Corotelo um local de folia, de festa e, para quem acredita, de antecâmara dos quarenta dias de privação que se seguem. Gozemos, empanturremo-nos de carne. No carnaval ninguém leva a mal.
"Algarve marchas" estará no carnaval de Alte a seguir à marcha e na 3ª feira, vamos até ao carnaval mais antigo de Portugal - Loulé. Fica aqui ao lado o cartaz deste ano.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

DIA DOS NAMORADOS - 14 de Fevereiro

Claudio II (Marcus Aurelius Claudius, de seu nome), foi um imperador romano durante os anos 260 a 268. Reza a história que era um brilhante militar. Consta que, durante o seu mandato, proibiu todos os casamentos no seu reino. Pensava ele que seria mais fácil o recrutamento de soldados se não tivessem obrigações familiares a cumprir e que, a ausência de responsabilidades com a família tornaria os soldados mais aguerridos.
Mas à revelia das ordens do imperador, um bispo romano, de seu nome Valentim, continuou, às escondidas, a celebrar casamentos. Claro que o bispo Valentim acabou sendo descoberto, preso e condenado à morte por desobediência das ordens do seu imperador. Durante a sua prisão, muitos jovens atiravam flores e mensagens escritas junto da sua masmorra, com juras de amor aos seus namorados e namoradas, e apoio ao bispo enclausurado. Entre elas havia uma jovem cega, de nome Astérias, filha do carcereiro, que com a cumplicidade do pai, conseguia visitar o bispo. Acabam por se apaixonar e casar em segredo. Entretanto Astérias recupera, miraculosamente, a visão.
Valentim é decapitado em 14 de Fevereiro de 270, não sem antes escrever uma mensagem de adeus à sua amada, assinando “Seu namorado” ou “Seu Valentim”.
A Igreja considera Valentim mártir e eleva-o à categoria de santo. O dia de São Valentim passou a ser considerado como o dia dos namorados.
História verdadeira ou falsa, não interessa. O que interessa é que à custa do Valentim lá vamos gastando umas “massas”, neste dia, com as nossas “mais que tudo”, em flores e jantaradas à luz das velas. Cá por mim quero que o Valentim se dane. Um dia em 365 como dia dos namorados é a desvalorização total do amor. Para mim todos os dias são dias de São Valentim. Ora toma!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

MARCHANTES DA SEMANA

Hoje escolhemos como marchantes da semana o pessoal de Faro, devidamente enquadrados pela professora Florbela (o capuchinho vermelho, à direita). A Câmara de Faro (juntamente com a Câmara de Olhão) tem sido um exemplo digno dos maiores elogios, pela presença de um autocarro em todas as marchas. Todos sabemos das dificuldades orçamentais que Faro atravessa, mas com imaginação tudo se consegue. E a Câmara de Faro criou uma turma de marchantes, tal como existem turmas de ginástica, natação ou hidroginástica e mediante um pagamento mensal de 5 euros consegue estar presente em todas as marchas. Com esta foto pretendemos, além da homenagem à persistência dos fotografados, homenagear também o executivo camarário pela preocupação e imaginação que demonstra.
Em próxima oportunidade pretendemos, da mesma forma, homenagear a outra totalista - Olhão.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

MARCHA DE SILVES





Belo dia para marchar. Estamos em pleno inverno mas o sol não se cansa de aparecer para alegria dos marchantes e tristeza dos agricultores. Um belíssimo percurso, uma boa organização. Fomos cerca de 600 os marchantes transportados em viaturas próprias e nos autocarros de Albufeira (parece que o presidente Desidério decidiu, em boa hora, dispensar autocarro duas vezes por mês. Com mais um jeitinho e seguindo o conselho dado aqui no nosso blog, transformava as duas vezes em quatro), Olhão, Aljezur, Vila do Bispo, Faro e Loulé (com jeitinho também as duas vezes se transformavam em quatro, não é Dr. Seruca Emídio?).

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

O VALOR DE UMA DONA DE CASA

Após o trabalho, o homem chegou a casa e encontrou os seus três filhos brincando no quintal, ainda de pijama, sujos de terra e cercados por embalagens vazias de comida do supermercado.
A porta do carro da esposa estava aberta.
A porta da frente da casa também.
O cachorro tinha desaparecido, não veio recebê-lo.
Enquanto entrava em casa, ia descobrindo mais e mais desleixo e desarrumação.
A lâmpada da sala fundida, o tapete enrolado e encostado à parede.
Assustado, desviando-se dos brinquedos e das peças de roupa, subiu as escadas a correr interrogando-se:
“Será que a minha mulher está mal? Será que alguma coisa de grave aconteceu?”
Na
sala de estar a televisão ligada, aos berros, num desenho animado qualquer, e o chão atulhado de brinquedos e roupas.
Na cozinha o lava-loiça cheio de pratos, a cafeteira do pequeno-almoço na mesa, o frigorífico aberto, a comida do cachorro espalhada pelo chão e até um copo partido em cima do balcão e um montinho de areia junto à porta. 

 
Encontrou mais brinquedos no chão, a casa de banho escancarada, toalhas ensopadas, sabonete líquido por toda a parte e muito papel higiénico na sanita.
A pasta de dentes tinha ficado aberta e a banheira transbordava de água e espuma.
Finalmente, ao entrar no quarto, encontrou a mulher, ainda de pijama, a ler uma revista na cama.
Olhou para ela completamente confuso e perguntou:
Que diabo aconteceu aqui em casa? Porquê toda esta bagunça?”
Ela sorriu e disse:
Todos os dias, quando chegas do trabalho, perguntas:

Afinal de contas, o que é que fizeste o dia inteiro em casa?”

Bem... Hoje não fiz nada, FOFO!”

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

MARCHANDO E RINDO

Numa localidade do interior algarvio estava a ser realizada uma cerimónia fúnebre duma mulher que tinha acabado de falecer.
Ao final da cerimónia, os carregadores estavam a levar o caixão para fora, quando, acidentalmente, bateram numa parede, deixando o caixão cair. Então ouviu-se um fraco lamento. Abriram o caixão e descobriram que a mulher ainda estava viva. Ela ainda viveu mais dez anos até que, finalmente, morreu.
E pela segunda vez se faz a cerimónia fúnebre e, no final dela, os carregadores estavam novamente a levar o caixão. Quando eles se aproximaram da porta, o marido grita, desesperado:
"Cuidado com a parede!!!!!"

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

PRÓXIMA MARCHA - SILVES

Silves, é a antiga capital do Algarve ao tempo de D. Afonso III, que a conquistou aos mouros, no Sec. XIII e elevando-a a sede episcopal.
No Sec.XIV Silves começa a declinar com o assoreamento do rio, que era até aí a principal via de comunicação com o exterior. O bispo desloca-se para Faro em 1577, e o terramoto de 1755 completa o processo de degradação, deixando poucas casas de pé.
Silves renasce com a criação de uma próspera indústria corticeira e a correspondente instalação de inúmeras fábricas ligadas aos produtos derivados da cortiça. Este ciclo de prosperidade é interrompido pelo Estado Novo, dando origem a uma prática agrícola ligada, essencialmente, aos citrinos. A construção da barragem do Arade e correspondentes meios de irrigação transformam Silves no maior centro de produção de laranjas do país.
O património histórico de Silves é riquíssimo. Destacamos o castelo, um exemplar bem conservado da arquitectura militar islâmica, de cor avermelhada devida ao seu revestimento em grés.
A marcha de domingo antecipa o dia dos namorados, ou dia de S. Valentim, que se comemora na terça-feira, dia 14. Marchemos, então, com um olho na estrada e outro no amor.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

MARCHANTES DA SEMANA

Uma cara sobejamente conhecida, a Rosinda de Algoz e a Vera, de Lagoa, uma estreia. Duas amigas e colegas de trabalho. Uma um pouco afastada devido ao corte dos autocarros em Silves. A outra tomou-lhe o gosto e esperemos que continue e, se possivel, trazendo outros amigos também.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

MARCHA DE ESTOMBAR




Mais uma boa jornada de marchas, com uma manhã solarenga se bem que um pouco fria. O Sítio das Fontes foi um local de concentração muito bem escolhido. Este ano tivemos a agradável surpresa de encontrar um local muito bem tratado, ao contrário do verificado no ano passado. Parabéns à Câmara de Lagoa pelo excelente trabalho de remodelação realizado no ano de 2011. Foram 400 os marchantes presentes. Autocarros das Câmaras de Faro, Olhão, Tavira, S. Brás de Alportel, Monchique e Aljezur.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

AMANHÃ NAS FONTES DE ESTOMBAR

Para amanhã, em Lagoa, nas Fontes, céu limpo, sol radiante, 13 graus de temperatura máxima, 500 marchantes (no mínimo) a aquecer o ambiente, suor quanto baste, um panelão de alegria e uma tonelada de boa disposição.  Eis os ingredientes para mais uma jornada de fantástica confraternização. Lá estaremos de Nikon às costas para fotografar as vossas carinhas larocas, ainda sonolentas duma noite no quentinho do vale de lençois.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

MANTER A PAZ É OBRIGAÇÃO DE TODOS

A POMBA…é o passarinho da paz.
A MULHER…é a paz do passarinho.
O HOMEM…busca paz para seu passarinho.
O SOLTEIRO…não deixa seu passarinho em paz.
A SOLTEIRA…conhece o passarinho, mas não a paz.
A DIVORCIADA…perdeu a paz e o passarinho.
A VIÚVA…perdeu o passarinho e não vive em paz.
O VIÚVO…perdeu a paz do passarinho.
A CASADA…tem o passarinho certo e a paz.
O CASADO…tem paz para seu passarinho.
O VELHO…tem o passarinho em paz.
A VELHA…deveria estar em paz mas sempre está pensando no passarinho.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

MARCHANDO E RINDO

Quatro homens e uma mulher, católicos, estavam tomando café na Praça de São Pedro, no Vaticano.
O primeiro homem diz:
- "Meu filho é um padre e quando entra em qualquer  recinto o tratam por Padre".
O segundo homem bradou:
- "Meu filho é um bispo, e quando ele entra num recinto o tratam por "Sua Graça".
O terceiro homem disse:
- "Meu filho é um Cardeal. Quando ele entra num recinto todos inclinam a cabeça e o tratam por "Sua Eminência".
O quarto homem disse orgulhosamente:
- "Meu filho é o Papa. Quando entra num recinto o tratam por "Sua Santidade".
Como a única mulher estava saboreando o café em silêncio, e nada dizia, os quatro homens dirigiram-se a ela:
- "Então... e você?
Ela orgulhosamente respondeu:
- "Eu tenho uma filha, alta e elegante, busto 40, 24 polegadas de cintura, 34 polegadas de ancas... Quando ela entra num recinto todos exclamam:"Oh! Meu Deus! "

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

PRÓXIMA MARCHA - ESTOMBAR

O Sítio das Fontes, tradicionalmente, tem merecido ano após ano, uma visita dos marchantes. E em boa hora tal tem acontecido, porque é um local curioso, com as suas inúmeras nascentes originárias do maior lençol freático do Algarve e que alimenta também a Fonte da Benémola em Loulé.
O local da nossa concentração é originalíssimo. Ali se podem apreciar, diversos ambientes de paisagem mediterrânica, tais como o sapal, o paul, o matagal, uma lagoa, linhas de água, zonas agrícolas.
Os dois moinhos de água existentes, são testemunhos da presença humana naquele local desde tempos remotos. Já no Sec. XV se mencionava, em livro, a existência de um moinho naquela zona.
Apreciemos, também, o moinho da maré, a caldeira, a casa do moleiro, o sistema de rega, tudo recuperado pela Câmara de Lagoa, desde a aquisição daqueles terrenos em 1989. A Câmara tem procedido ao plantio de centenas de árvores, que têm contribuído para o enriquecimento florestal e embelezamento da zona.
Parabéns à Câmara Municipal de Lagoa, por ter sabido recuperar aquele espaço, que nos ajuda a compreender algo sobre os usos e costumes dos nossos antepassados.  Olhemos, então, com olhos de ver, o que ali está representado, respeitemos o meio ambiente e deixemos o local limpo de tal forma que ninguém saiba que passaram por ali algumas centenas de pessoas.