segunda-feira, 20 de novembro de 2017

CORRIDAS À 6ª FEIRA - CERRO DA GOLDRA/ESTÁDIO ALGARVE - 24-11-2017

Evento: 225º
Data: 24.11.2017
Local: Estádio Algarve, cerro da Goldra
Grau dificuldade: DIFÍCIL
Ponto de encontro: No estacionamento do lado Poente do estádio do Algarve.
Latitude: 37° 5'24.66"N
Longitude: 7°58'41.40"W
Luz: é FUNDAMENTAL (leia-se: obrigatório)
Colete refletor: é FUNDAMENTAL
Vai haver 2 percursos, de 13km e 10km, com grau de dificuldade DIFÍCIL em termos de acumulado de subida.
Ambos os percursos VÃO ao alto do cerro
Os percursos VÃO ESTAR sinalizados nos cruzamentos com placas ou sticks reflectores.  
TODOS DEVEM LEVAR UM MEIO DE ILUMINAÇÃO (leia-se "obrigatório")
Grande parte do percurso desenrola-se em zona não iluminada, por isso é FUNDAMENTAL que cada participante leve lanterna ou foco na cabeça.
CARROS E COLETES REFLECTORES:
Os percursos passam em zonas de estrada onde pode haver trânsito, pelo que o uso do colete reflector é recomendável. Sejam vistos e pensem sempre na vossa segurança;
Ninguém irá caminhar ou correr sozinho. É garantia que ficará sempre alguém a acompanhar aquele(s) que forem mais lento(s). Repetimos, ninguém irá correr sozinho;
Este é um evento aberto a todos os que queiram fazer exercício físico num local e hora onde normalmente não se atreveriam a ir sozinhos. Por isso, nada de receios em enfrentar esta distância. Repito, ninguém irá correr sozinho;
Quem quiser é livre de trazer algo comestível ou bebível para partilhar e encerrar o evento em grande convívio;
Todas as sugestões são bem-vindas. Participem, divulguem e desfrutem destes eventos.
(Luís Santos)

domingo, 19 de novembro de 2017

MARCHA DE SÃO BRÁS DE ALPORTEL - 19-11-2017



Não sei porquê, ou talvez saiba, esta marcha trouxe-me à memória uma famosa canção desse monstro da música, Louis Armstrong, de nome "What a Wonderful World" (Que mundo maravilhoso). Oiçam o cantor (falecido em 1971) e digam se o maravilhoso mundo que visitámos hoje, o interior serrano, belo na sua beleza natural, a feira das velharias, o mercado solidário, a alegria dos marchantes, não se enquadra nesta canção escrita nos anos sessenta (tradução logo a seguir):


Que Mundo Maravilhoso (tradução)
Eu vejo árvores verdes, rosas vermelhas também
Eu as vejo elas florescerem para mim e para você
E eu digo para mim mesmo
O que é um maravilhoso mundo
Eu vejo céus azuis e nuvens brancas
Radiantes dias ensolarados, noites escuras sagradas
E eu penso comigo
O que é um maravilhoso mundo
As cores do arco-íris são tão bonitas nos céus
Estão também nos rostos das pessoas caminhando
Eu vejo amigos apertando as mãos dizendo:
Como você está?
Eles estão realmente dizendo
Eu te amo
Eu vejo bebés chorando, eu os vejo crescer
Eles aprenderão muito mais do que eu jamais saberei
E eu penso comigo
O que é um maravilhoso mundo
Sim, eu penso comigo
O que é um maravilhoso mundo
E eu digo para mim
O que é um maravilhoso mundo.

Hoje estiveram em São Brás de Alportel autocarros de Albufeira, Faro, Loulé (2), Olhão e Junta de Freguesia de Porches.
Vejam as fotos AQUI:

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

CORRIDAS À 6ª FEIRA - TAVIRA - 16-11-2017

Organização excelente do Clube de Cicloturismo de Tavira. Um percurso de 11 km fácil, porque estas coisas das corridas não podem ser sempre difíceis e o Corridas à 6ª feira tem essa preocupação - a de intercalar cerros, com planícies, areia com alcatrão. Muito eclético este grupo.
No final e para retemperar as energias a Direcção do grupo encheu uma mesa de águas, bolos e bolachas. Simpáticos.
Na parte que nos toca fica um agradecimento especial ao José Alino (ele diz que é mais fácil chamar-lhe Lino) pelo transporte, pela simpatia e alegria transbordante  contribuindo para que o habitual e monótono tempo em que esperamos pelos atletas se transformasse num período agradável. 
Fotos AQUI.

PRÓXIMA MARCHA DO CALENDÁRIO REGIONAL - SÃO BRÁS DE ALPORTEL - 19.11.2017

Marcha-Corrida de São Brás de Alportel realiza-se no próximo dia 19, domingo. Uma proposta desportiva para um fim de semana com saúde e boa disposição.
Tendo como ponto de encontro o Polidesportivo Municipal, pelas 09h45, o percurso parte à descoberta dos aromas campestres que invadem os bons ares de São Brás de Alportel num outono soalheiro e que anseia pela chegada das primeiras chuvas. 
Esta edição da Marcha-Corrida em São Brás de Alportel apresenta dois trajetos distintos: um de 5 quilómetros e outro de 12 quilómetros de dificuldade média, desafiando centenas de participantes, de toda a região do Algarve, a descobrir a riqueza patrimonial, cultural e natural do território são-brasense.
Os circuitos definidos pela organização conduzem os participantes, passo a passo, por percursos misto onde as zonas rurais contracenam com as zonas urbanos ao encontro de elementos do património rural que salpicam a paisagem, antigos moinhos de ventos, ar puro perfumado, num percurso pelo barrocal são-brasense.
A Marcha-Corrida é uma iniciativa do Instituto Português do Desporto e da Juventude, organizada a nível local pela Câmara Municipal de São Brás de Alportel com o intuito de promover a prática desportiva para todas as idades, bem como mostrar a diversidade de paisagens e potencialidades existentes no concelho. 
Notas:
- A organização relembra a necessidade de inscrição através de e-mail: desporto@cm-sbras.pt ou no próprio dia no local, para efeitos de seguro, garantindo assim a salvaguarda dos participantes em caso de acidente.
- Local e Hora de Concentração – Polidesportivo Municipal em São Brás de Alportel pelas 9h30.
Coordenadas GPS
Lon: -7.88524657
Lat: 37.15759749) 
- Grau de dificuldade: Moderado
(Retirado do site da Câmara)

BOLIS WALK & RUN - 16-11-2017

De degrau em degrau até ao fim esperado. Hoje foi a terceira a contar do fim. Como acontece nos edifícios, lojas ou empresas, o Bolis irá encerrar no final do mês "para obras". O prazo para a reabertura é incerto. A reforma poderá ser profunda ou não. Foi muito bom enquanto durou, continuará a ser bom se recomeçar. 
Entretanto iremos, sem falta, aos dois eventos últimos. 
Para a semana iremos fazer o percurso inverso ao de hoje. Significa isso que as subidas se transformam em descidas e as descidas em subidas. Grande verdade de La Palisse. Nesta fase até a estupidez das frases têm sentido. É que, pode ser que o Bolis se transforme, também, numa subida depois desta descida tão inesperada.
As fotos de hoje estão AQUI.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

FARO, PEGADAS À 4ª FEIRA - 15-11-2017

Regressados às origens - a "sede social" do Pegadas, o Teatro Municipal - partimos para um abraço a Faro. Abraço bem alargado, a norte pela Av. Calouste Gulbenkian, Liceu de Faro, Estradinha Funda, Largo de S. Francisco, Doca e regresso ao Teatro Municipal. Foi quase a circunvalação total da cidade.
E no final não se cantou o fado, mas comeram-se castanhas assadas e cozidas, acompanhadas, devidamente, por jeropiga e vinho abafado. E é isto que caracteriza um grupo que espanta pela participação, pelas caras novas que aparecem em cada evento e pela unidade que evidencia.
Vejam as fotos AQUI.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

CORRIDAS À 6ª FEIRA - TAVIRA - 17-11-2017

Evento: 224º
Data: 17.11.2017
Local: Tavira, Sede do Cicloturismo
Grau dificuldade: FÁCIL
Ponto de encontro: Junto à sede do Cicloturismo de Tavira. 
Latitude: 37° 7'55.59"N
Longitude: 7°38'35.09"W
Luz: é FUNDAMENTAL (leia-se: obrigatório)
Colete refletor: é FUNDAMENTAL (leia-se: obrigatório)
Vai haver 1 percurso, de 11km, com grau de dificuldade FÁCIL em termos de acumulado de subida.
O percurso vai estar sinalizado nos cruzamentos com sticks reflectores ou placas. Desde que se preste atenção nesses locais, será fácil seguir o percurso correcto.
Aquilo que se solicita é que se formem vários grupos, em função dos andamentos, mas que TODOS corram (ou andem onde o declive o exija) sempre acompanhados. ISTO É FUNDAMENTAL!
TODOS DEVEM LEVAR UM MEIO DE ILUMINAÇÃO (leia-se "obrigatório")
Praticamente todo o percurso se desenrola em zona não iluminada, por isso é FUNDAMENTAL que cada participante leve lanterna ou foco na cabeça.
CARROS E COLETES REFLECTORES:
Os percursos passam em algumas zonas de estrada sem berma, onde pode haver trânsito. É FUNDAMENTAL seguir no sentido contrário do trânsito e levar um colete reflector. Pensem na vossa segurança;
Este é um evento aberto a todos os que queiram fazer exercício físico num local e hora onde normalmente não se atreveriam a ir sozinhos. Por isso, nada de receios em enfrentar esta distância;
Quem quiser é livre de trazer algo comestível ou bebível para partilhar e encerrar o evento em grande convívio;
Todas as sugestões são bem-vindas. Participem, divulguem e desfrutem destes eventos.
(Luís Santos)
Para chegar ao local de concentração:

domingo, 12 de novembro de 2017

MARCHA DE MARTIM LONGO - 12-11-2017


O Calendário Regional do IPDJ resolveu, à semelhança de anos anteriores, realizar esta marcha no dia da Feira da Perdiz. Atitude louvável, quer por parte do IPDJ, quer por parte da Câmara Municipal. Junta-se assim a vertente desportiva a um evento importante para a região. Os marchantes, cerca de 600, passearam pela feira, adquiriram os produtos ali expostos e muitos almoçaram no pavilhão adjacente à feira. O caracter económico ficou preservado e a satisfação realizou-se para ambas as partes.
Quanto ao percurso, algo diferente dos anos anteriores, foi excelente, contemplando uma visita ao interior da aldeia e um périplo pelo interior serrano sempre agradável. Organização impecável. 
Presentes autocarros de Albufeira, Alcoutim, Faro, Loulé (2), Olhão, Tavira e Junta de Freguesia de Porches.
Fotos AQUI.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

BOLIS WALK & RUN - BOLIQUEIME - 09-11-2017

Foi o percurso denominado "Ou é ou não é" com patrocínio especial da Célia Gonçalves. Ela patrocina, nós aplaudimos o patrocínio, mas sobretudo aplaudimos a Mulher (com M bem grande). Tudo lhe acontece, mas ela tudo enfrenta, com coragem e determinação. O Bolis ajuda-a a libertar energias acumuladas e a aliviar as múltiplas preocupações que a atingem. Quebra mas não torce. 
A Célia faz brilhar as estrelas. Ela é uma estrela. A Célia recorda-me a ópera de Puccini "A Tosca". Mas a Tosca com um final feliz como o espectador que não conheça a história julga que irá acontecer. No 3º e último acto Mário Caravadossi vai ser fuzilado. Mas a sua amada Tosca arranja um estratagema para o salvar. Uma execução simulada pretendia levar Cavaradossi à liberdade e à felicidade nos braços da amada. Um hino à vida se fosse nos dias de hoje, uma tragédia como era moda naqueles tempos.Deixo aqui, em homenagem à Célia, uma das mais belas áreas jamais compostas pelo homem - "e lucevan le Stelle" (brilhavam as estrelas). O final da ópera não é o que desejamos, nem se aplica à Célia (não vai ser fuzilada, nem o merece), mas o dramatismo desta área, a sua força, reflectem o seu caracter. Deixo-os com o Pavarotti e a sua interpretação do "Brilhavam as Estrelas":

A luta da Célia não é pela vida, é pela manutenção do Bolis. Esperemos que vença, mas se não vencer, ela viverá sempre nos nossos corações, com Bolis ou sem Bolis. "Bota" p´rá frente Célia. 
O percurso de hoje foi sinalizado pela Célia e pela Anabela. Foi, como é habitual, bem desafiante e muito estimulante.
Fotos de hoje AQUI.

FARO, PEGADAS À 4ª FEIRA - 08-11-2017

FESTA DA CHOURIÇA ASSADA
Há a Festa da Chouriça em Riba de Aves (Leiria), em Sarzedo (Covilhã), em Valado de Frades (Alcobaça), em Querença (Loulé) e há a Festa da Chouriça Assada do grupo informal de marcha/corrida PEGADAS À 4ª FEIRA. Esta sim, a verdadeira, a única. Todas as outras são meras imitações. Foram 41 chouriças admitidas ao assador, muitas reservadas, por desnecessárias, para outra ocasião. Foram 150 as sequiosas bocas trituradoras, que depois de alguns quilómetros, em que se bateram alguns recordes não homologados devido ao doping que se adivinhava ao longe em cima do braseiro, deram trabalho aos maxilares, que isto de exercício físico só às pernas é muito redutor. Nada como um bom incentivo na potenciação das performances atléticas dos nossos amigos. 
O percurso foi ............ não recordo, nem quero. Recordo sim , a quiche, o presunto italiano, os bolos, as chouriças assadas de muitos, o medronho e o "alentejanito" e "bejecas" adquiridas no próprio local, a Casa de Pasto o Retiro das Gambelas cujo dono, o Mário, foi de uma disponibilidade e simpatia inexcedíveis. Obrigado Mário e um merecido obrigado ao António Santos pela imaginação de há muito reconhecida e pela pesquisa descobridora de locais originais como foi o desta noite.
Fotos AQUI.

terça-feira, 7 de novembro de 2017

PRÓXIMA MARCHA DO CALENDÁRIO REGIONAL - MARTIM LONGO - 12-11-2017


Domingo é já um clássico. Aproveitemos a marcha/corrida para visitarmos a X Feira da Perdiz. Podemos adquirir produtos da região e degustar no pavilhão anexo a perdiz ou o coelho à moda da serra. No ano passado ficámos por lá e não nos sentimos defraudados. Vamos repetir este ano. Mas antes e para justificar o prazer da comezaina temos de calcorrear os arredores de Martim Longo o que também é um enorme prazer. Os arredores serranos são dignos da visita dos citadinos, longe do cheiro a gasolina e perto do cheiro, este muito melhor, das estevas.
Lá estaremos, claro.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

CORRIDAS À 6ª FEIRA - VALE PEDRAS/ALBUFEIRA - 10-11-2017

Evento: 223º
Data: 10.11.2016
Local: Albufeira
Grau dificuldade: MÉDIO
Ponto de encontro: No parque de estacionamento da Escola Básica de Albufeira 2º e 3º ciclos (Vale Pedras). 
Latitude: 37° 6'22.04"N
Longitude: 8°14'20.36"W
Luz: é FUNDAMENTAL (leia-se: obrigatório)
Colete refletor: é FUNDAMENTAL (leia-se: obrigatório)
Vão haver 2 percursos, de 8km e 12km (a confirmar), com grau de dificuldade FÁCIL em termos de acumulado de subida.
Os percursos vão estar sinalizados nos cruzamentos com sticks reflectores ou placas. Desde que se preste atenção nesses locais, será fácil seguir o percurso correcto.
Aquilo que se solicita é que se formem vários grupos, em função dos andamentos, mas que TODOS corram (ou andem onde o declive o exija) sempre acompanhados. ISTO É FUNDAMENTAL!
TODOS DEVEM LEVAR UM MEIO DE ILUMINAÇÃO (leia-se "obrigatório")
Praticamente todo o percurso se desenrola em zona não iluminada, por isso é FUNDAMENTAL que cada participante leve lanterna ou foco na cabeça.
CARROS E COLETES REFLECTORES:
Os percursos passam em algumas zonas de estrada sem berma, onde pode haver trânsito. É FUNDAMENTAL seguir no sentido contrário do trânsito e levar um colete reflector. Pensem na vossa segurança;
Este é um evento aberto a todos os que queiram fazer exercício físico num local e hora onde normalmente não se atreveriam a ir sozinhos. Por isso, nada de receios em enfrentar esta distância;
Quem quiser é livre de trazer algo comestível ou bebível para partilhar e encerrar o evento em grande convívio;
Todas as sugestões são bem-vindas. Participem, divulguem e desfrutem destes eventos.
(Luís Santos)

domingo, 5 de novembro de 2017

MARCHA DE FUSETA - 05-11-2017

Na Fuseta repetiu-se o percurso dos anos anteriores, sempre igual, sempre renovado, sempre belo. Parece um paradoxo mas é uma grande verdade. Ir até à praia, passar no passadiço de madeira, entrar em plena Ria Formosa, marchar na Ecovia, é um prazer sempre renovado. Que este percurso se mantenha por muitos anos, porque sempre que ali passamos encontramos algo diferente, algo que merece um olhar atento, algo que na última passagem não tínhamos visto.
A organização da Delegação da Cruz Vermelha de Moncarapacho/Fuseta, com a mão sabedora do grande Helder Oliveira, foi impecável. O tempo outunal/primaveril (mais um paradoxo) ajudou e as pessoas corresponderam em número bem satisfatório.
Autocarros de Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Faro, Monchique, São Brás de Alportel, Silves e Junta de Freguesia de Porches.
Fotos AQUI.

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

FARO, PEGADAS À 4ª FEIRA - 01-11-2017

Em dia de Todos os Santos, um dos Santos, bem vivinho, felizmente, o António Santos, resolveu chamar e atenção para um flagelo que tem afectado o nosso país - os incêndios. E nada melhor do que visitarmos um local recentemente ardido e em que ainda se pode ver o que restou do anterior verdejante. As árvores deram lugar às cinzas, a vida lugar à morte. Coincidência ou não o António, o tal, o Santos, acertou no dia da realização desta marcha/corrida. A vida visitou o espaço morto, os balões brancos simbolizaram a vida perspectivando, ao contrário dos humanos, o renascimento futuro do verde perdido. Muito bonita a alegoria. Muito belo o apelo implícito ao cuidado com o fogo. Pertinente recordar o acontecido, para que a memória não se apague gravando no subconsciente a necessidade de precaver possibilidades de incêndios futuros.
Foi uma marcha/corrida motivadora, educativa, preventiva, foi sim senhor. O Pegadas não é só corrida. O Pegadas transformou-se, de há muito, numa escola de valores, simultaneamente com a finalidade primária da prática do exercício físico, da boa disposição e da alegria.
E o maluco do António (prometi que lhe ia chamar isso aqui no blog) inventa estas coisas, cria estas situações que, não sendo essenciais para o bom andamento do Pegadas, são pedradas no charco que quebram a monotonia da caminhada. "Ganda" doido.
Vejam as fotos de hoje AQUI.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

PIRILAMPOS DE MONCARAPACHO - 30-10-2017

O Director Regional do Algarve do IPDJ, Custódio Moreno,  e a técnica Sónia Picamilho, visitaram a convite da Paula e da Filomena, os Pirilampos de Moncarapacho. Esta visita e as palavras que proferiu foi o reconhecimento, por parte do IPDJ, da importância que os grupos informais têm na disseminação da prática do exercício físico no Algarve. Tais visitas irão estender-se a outros grupos informais e, além de serem benéficas para o conhecimento mútuo, também servirão para transmitir informações e possíveis apoios que o IPDJ poderá facultar. 
A tecnica Sónia Picadinho  numa breve palestra, deu algumas noções básicas do que se deve fazer, dos cuidados a ter e da importância de um aquecimento prévio e alongamentos finais.
Depois foi a marcha/corrida a que já não assistimos pelo que as fotos se resumem ao início e que podem ser vistas AQUI.

CORRIDAS À 6ª FEIRA - CACELA VELHA - 03-11-2017


Evento: 222º
Data: 03.11.2017
Local: Cacela Velha
Grau dificuldade: FÁCIL
Ponto de encontro: No largo da Igreja
Latitude: 37° 9'25.90"N
Longitude: 7°32'45.92"W
Luz: é FUNDAMENTAL (leia-se: obrigatório)
Colete refletor: é FUNDAMENTAL (leia-se: obrigatório)
Trajectos no STRAVA (a confirmar):
12km
8km
Vai haver 2 percursos, de 8km e 12km, com grau de dificuldade FÁCIL em termos de acumulado de subida.
Os percursos vão estar sinalizados nos cruzamentos com sticks reflectores ou placas. Desde que se preste atenção nesses locais, será fácil seguir o percurso correcto.
Aquilo que se solicita é que se formem vários grupos, em função dos andamentos, mas que TODOS corram (ou andem onde o declive o exija) sempre acompanhados. ISTO É FUNDAMENTAL!
TODOS DEVEM LEVAR UM MEIO DE ILUMINAÇÃO (leia-se "obrigatório")
Praticamente todo o percurso se desenrola em zona não iluminada, por isso é FUNDAMENTAL que cada participante leve lanterna ou foco na cabeça.
CARROS E COLETES REFLECTORES:
Os percursos passam em algumas zonas de estrada sem berma, mas com pouco ou nenhum trânsito. Mesmo assim é FUNDAMENTAL seguir no sentido contrário do trânsito e levar um colete reflector. Pensem na vossa segurança;
Este é um evento aberto a todos os que queiram fazer exercício físico num local e hora onde normalmente não se atreveriam a ir sozinhos. Por isso, nada de receios em enfrentar esta distância;
Quem quiser é livre de trazer algo comestível ou bebível para partilhar e encerrar o evento em grande convívio;
Todas as sugestões são bem-vindas. Participem, divulguem e desfrutem destes eventos.
(Luís Santos)

PRÓXIMA MARCHA DO CALENDÁRIO REGIONAL - FUSETA - 05-11-2017


Organização - Cruz Vermelha Portuguesa, Delegação de Moncarapacho/Fuseta.
Hora de Partida - 10H00
Concentração - Polidesportivo da Fuseta

O calendário regional, em papel, indica, erradamente, a hora de partida às 09H30. Hora correcta é a que está indicada acima.
Lá estaremos.

domingo, 29 de outubro de 2017

MARCHA DE ESTOI - 29-10-2017

O Algarve mexe por todo o lado e hoje não foi excepção. Inúmeros eventos de marcha e corrida percorreram o nosso Algarve de lés a lés. E a frequência em Estoi ressentiu-se. Mas o que é importante é que se pratique exercício físico seja onde for. O Ministério da Saúde agradece e o orçamento do estado bate palmas. Mesmo assim a moldura humana estava bem compostinha e os organizadores representantes da entidade responsável, a Casa do Povo de Estoi, Luís Barriga e o Nélio colocaram, mais uma vez, e bem, Estoi, essa aldeia belíssima, no calendário regional organizado pelo IPDJ, representado mais uma vez pelo seu Director, Custódio Moreno e o técnico João Alcanena. 
Foi um percurso fácil, voltando costas aos cerros vizinhos, a contento dos marchantes e com os "matadores" ideais para deixarem todos bem satisfeitos. O local de concentração, no Largo da Liberdade, debaixo da vigilância da Igreja Matriz ou Igreja de S. Martinho de Estoi, com a sua monumental escadaria, não poderia ser melhor e o final da marcha com passagem pelo Palácio de Estoi, classificado como imóvel de interesse publico, que alberga uma das estalagem de charme do Algarve, foi o que se costuma chamar a cereja em cima do bolo.
Enfim, uma jornada bem conseguida, com uma organização excelente. Obrigado à Casa do Povo.
Presentes autocarros de Albufeira, Faro, Olhão, Loulé (2) e Junta de Freguesia de Porches.
Fotos AQUI.

sábado, 28 de outubro de 2017

CORRIDAS À 6ª FEIRA/LET´S GO RUN - HALLOWEEN - 27-10-2017


A parceria Corridas à 6ª Feira/Let´s Go Run, produziram mais um Halloween e à semelhança dos anos anteriores a moldura humana, que acorreu à chamada, foi bem interessante (840 presenças). Este ano não merecemos ter, por motivos alheios à vontade dos organizadores, o encantado, embruxado ou fantasmagórico Palácio da Fonte da Pipa, onde no ano passado tivemos talvez o melhor evento organizado por esta dupla vencedora. Não tivemos o palco ideal, tivemos um arremedo, umas casas velhas vizinhas do palácio, sem o carisma daquele, com uma realização algo semelhante, mas com a presença arrepiante de umas meninas e meninos voluntários que vestidas a rigor (a imagem ao lado é elucidativa), se predispuseram a provocar alguns gritinhos histéricos dos incautos passantes. Digamos que, o som estridente da aparelhagem sonora, as luzes iluminando umas decrépitas e esquálidas árvores pejadas de teias de aranha, o esqueleto na janela e o caixão foram complementadas e enriquecidas pela actuação excelente dos tais voluntários. E assim se fez um evento bem compostinho, que não atingindo o brilhantismo do ano anterior, foi bem do agrado de todos. 
O aquecimento inicial do espírito, que não do corpo, foi dado pelo Delfim Miranda e o seu Michael Jackson, numa actuação muito boa e divertida. Boa iniciativa do Rui Costa. 
Fotos AQUI.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

FARO, PEGADAS À 4ª FEIRA - 25-10-2017

Seria interessante, e à semelhança do que outros grupos fazem, termos um registo das presenças ao longo das dezenas de eventos que o Pegadas já realizou. O seu crescimento sustentado, é um fenómeno digno de meditação, quando, por força da proliferação de diversos grupos por muitas localidades do Algarve, se nota uma diminuição de presenças em quase todos. 
Quando se sabia que nenhuma surpresa estava, para hoje, programada, o que sempre atrai mais alguns, a moldura humana é o que se vê acima. Não é só o tempo a ajudar não é só a ausência do futebol, é também a necessidade que, cada vez mais, as pessoas sentem pela prática do exercício físico. E a notícia vai passando boca a boca e em todos os eventos do Pegadas se vêm caras novas. E são bem recebidas, integrados imediatamente e os nossos desejos é que se sintam bem e que voltem sempre.
Fotos AQUI.