sexta-feira, 31 de maio de 2013

AMANHÃ

Faz parte do calendário regional do Algarve. É uma boa opção para o final de tarde de sábado.

LOIRAS

Uma loira diz para outra loira:
-Pus soalho flutuante em casa. Assim, quando vierem as próximas cheias, o chão flutua e não fico com a casa inundada.
-És mesmo parva. Se as cheias subirem muito, vais bater com a cabeça no tecto.
-Não bato nada… também pus tecto falso.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

DÁ QUE PENSAR


A TERRA EM MINIATURA
Se pudéssemos reduzir a população da Terra a uma pequena aldeia de exactamente 100 habitantes, mantendo as proporções existentes actualmente, seria algo assim:  
1-Haveria: 57 asiáticos, 21 europeus, 4 americanos e 8 africanos.
2-Seriam 52 mulheres, 48 homens. Negros: 70; brancos: 30. Não cristãos: 70; cristãos: 30. Heterossexuais: 89; homossexuais confessos: 11.
3- 6 pessoas possuiriam 59% da riqueza de toda a aldeia e os 6  seriam norte americanos. Das 100 pessoas, 80 viveriam em condições sub-humanas.
4-70  não saberiam ler, 50 sofreriam de desnutrição, 1 pessoa estaria a ponto de morrer, 1 bebê estaria prestes a nascer. Só 1 teria educação universitária
5-Nesta aldeia somente 1 pessoa possuiria computador .
Ao analizar o nosso mundo nesta perspectiva tão reduzida, temos a noção o quanto é importante a necessidade de aceitação, entendimento e educação.
Agora pense: se você se levantou esta manhã com mais saúde que doenças, então tem mais sorte que os milhões de pessoas que não sobreviverão a esta semana.
Se nunca experimentou os perigos da guerra, a solidão de estar preso, a agonia de ser torturado, ou a aflição da fome, então está melhor do que 500 milhões de pessoas.
Se pode ir à sua igreja sem medo de ser humilhado, preso, torturado ou morto, então é mais afortunado que 3.000 milhões de pessoas no mundo.
Se tem comida no frigorífico, roupa no guarda-fato, um tecto sobre a sua cabeça e um lugar onde dormir, então é mais rico que 75% da população mundial.
Se guarda dinheiro no banco, na carteira e tem algumas moedas num cofrezinho, já está entre os 8% mais ricos deste mundo.
Se os seus pais ainda estão vivos e juntos é uma pessoa MUITO rara.
E como acaba de ler esta mensagem, tem melhor sorte que mais de 2.000 milhões de pessoas no mundo que não sabem, sequer, ler.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

PRÓXIMA MARCHA - VILA DO BISPO



E eis-nos chegados à marcha final do calendário 2012/2013. E a organização está a cargo da Câmara municipal de Vila do Bispo. Boa escolha para esta apoteose final.
Vila do Bispo, vila antiga, cujas origens remontam ao sec. XIV, aos tempos do rei Afonso IV.
Sabiam que Vila do Bispo possui a mais importante concentração de menires (monumentos pré-históricos de pedra cravados, verticalmente, no solo) de todo o Algarve (cerca de 300)? Se tivermos sorte e a organização assim o entender, talvez possamos passar ao pé de algum.
Em cima uma fotografia do Menir do Padrão.
Nesta marcha final irá ser distribuído, no final, uma bifana e pão com chouriço, bem como um brinde a todos os marchantes.
Inscrição necessária para controlo das encomendas, pelo telefone 910779854 ou email desporto@cm-viladobispo.pt  tal como indicado no programa que publicámos na última quinta-feira.

 

terça-feira, 28 de maio de 2013

SALPICOS DE TAVIRA


Fotografias "roubadas" ao nosso amigo marchante João Valentim a quem agradecemos.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

MARCHANTES DA SEMANA

Três formidáveis e divertidas marchantes: a Graça Batista, a Noélia Caetano e a Rosa Maria Santiago. E são de Tavira.

domingo, 26 de maio de 2013

MARCHA DE TAVIRA




Foi uma bela marcha, um misto citadino/campestre. Passar pelas ruas de Tavira já é agradável, mas complementar a caminhada com uma belíisima passagem pela Ria Formosa, é ouro sobre azul. A Ria Formosa na zona de Tavira é um habitat natural de animais anfíbios e de aves migratórias. Além da fantástica beleza natural ainda é uma zona húmida de extraordinária riqueza. Vimos por ali dezenas de pessoas na apanha de ostras e ameijoas, o que indicia que essas espécies são de cultura fácil e um meio de subsistência de muitas pessoas.
Boa organização e um número de presenças razoável apesar de o tempo já convidar à praia.
E no próximo domingo é a última. E já começo a ter saudades.
Restantes fotos AQUI.

sábado, 25 de maio de 2013

sexta-feira, 24 de maio de 2013

KATON, VIAGRA FEMININO


Um cientista chinês descobre o Viagra feminino. O produto é conhecido na China pelo nome de "KATON".
Um jornalista entrevista o cientista que fez tão grande descoberta:
-O que acontece quando dá KATON à sua mulher?
Cientista chinês: - Mulhel fica alegle, calinhosa e bondoóóósa. Beija e ablaça o dia inteloo e noite intelinha. Non dá sossego, ela quél fazel amol quantas vezes nós aguenta. Ela chama meu amol, minha vida, adolo-te, amo-te!
Jornalista: -Esse produto é assim tão fantástico?
Chinês: -SIM! SIM! SIM! Galantido. Funciona muuiiitooo... mesmo! Non falha nunca!
Jornalista: O nome do produto é só... "KATON"?
Chinês:SIM! SIM! "KATON" ..."KATON DE CLÉDITO"!

quinta-feira, 23 de maio de 2013

ANTECIPAÇÃO À MARCHA FINAL, DIA 2 DE JUNHO

 
Transcrevemos comunicação da Câmara Municipal de Vila do Bispo (atenção à inscrição): 

No próximo dia 2 de Junho, Vila do Bispo será palco da marcha de encerramento do calendário regional do Algarve .Todos os interessados deverão inscrever-se pelo nº 91 077 98 54 ou ainda por email: desporto@cm-viladobispo.pt. A marcha contará com 3 percursos 3,6 e 9Km e terá abastecimento de água e fruta. Aquando da sua inscrição mencione por favor o tamanho da sua T´shirt ( S,M,L ou Xl).
Segue em anexo o nosso cartaz que solicitamos que divulgue pelos seus contactos.

Programa da Marcha Corrida Final 02 de Junho 2013
Vila do Bispo

9h00 – Concentração dos participantes – Largo do Município de Vila do Bispo
9h15 – Aquecimento
9h30 – Partida para a Marcha Corrida
11h30 – Concentração na Escola EB 2 3 de Vila do Bispo para almoço convívio *
12h00 – Almoço
14h00 – Regresso dos participantes às suas casas.
*bifana, pão com chouriço, água, sumo e peça de fruta.
Prof. Cristina Peres
Setor do Desporto
91 077 98 54

quarta-feira, 22 de maio de 2013

PRÓXIMA MARCHA - TAVIRA

Será em Tavira a penúltima marcha do calendário desta época, com excepção das nocturnas programadas para os dias 1 e 9.
Tavira é uma cidade histórica, antiga, foral municipal atribuído em 1266.
Já que ali vamos, apreciemos os seus famosos telhados de quatro águas, sua imagem de marca (no Algarve só existem em Faro e em pequena quantidade). São telhados de origem oriental e tinham como finalidade o aumento da circulação do ar nas casas, tornando-as mais frescas no Verão e isolando o frio no inverno.
Apreciemos, também, a ponte romana, logo ali ao lado do nosso local de concentração. Há historiadores que afirmam que esta ponte, depois de diversas reconstruções, deriva de uma outro construída no sec. III. É um símbolo de Tavira, com os seus sete arcos de cantaria e os seus 86 metros de comprimento,  hoje só pedonal, depois das inundações de 3 de Dezembro de 1989, que muito a fragilizaram.
Apreciemos também algumas das 37 igrejas da cidade, se ao lado de algumas passarmos. 
E por último e para os gulosos como eu, degustem a 8ª maravilha do mundo, o célebre folhado de Tavira. Há à venda em qualquer pastelaria da cidade e, em especial, nas pastelarias ao lado do local de concentração. É uma enorme bomba calórica, mas simultaneamente um maná dos deuses para o paladar.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

MARCHANTES DA SEMANA

São a Amélia, a Nazaré, a Maria de Jesus e a Gracinda, talvez não por esta ordem, mas são elas, e moram em Lagoa. 

domingo, 19 de maio de 2013

MARCHA DE FERRAGUDO




Hoje foi em Ferragudo, essa belíssima terra de pescadores, dormitório de portimonenses de gosto requintado. Passámos pelo pitoresco cais de pesca, tropeçando nos singulares apetrechos das fainas, pelos restaurantes que nos recordam que, nestes tempos modernos, a vocação turística da localidade substituiu as actividades marítimas, espraiámos o olhar pela cosmopolita Portimão, do outro lado do rio Arade, espreitando-nos, invejosa, da simplicidade, e da modéstia de este ex-libris, fantástico, do concelho de Lagoa. Passámos debaixo do olhar atento do Forte de São João do Arade, que do alto do seu pedestal, lança um olhar vigilante sobre o estuário do rio, impedindo, num passado já longínquo, a violação daquelas águas por visitas indesejáveis.
Foi uma marcha belíssima, divertida, em que mais uma vez, as gentes do ACD, fizeram jus à fama de folgazões, deliciando-nos com as habituais brejeirices. Este ano, talvez devido à crise, que não à falta de imaginação, certamente, tivemos a ausência dos habituais quadros revisteiros imaginativos e hilariantes com que nos brindaram em anos anteriores.
É sempre um prazer estar convosco. Já mal podemos esperar pela marcha de 2014.
Restantes fotografias AQUI.

sábado, 18 de maio de 2013

RAPIDINHA


Uma mulher apaixonada envia um SMS ao marido:
-Meu amor, se estás a dormir, envia-me os teus sonhos. Se estás a rir, envia-me o teu sorriso. Se estás a chorar, envia-me as tuas lágrimas. Amo-te.
E o marido responde, também por SMS:
-Meu amor, estou no WC. Queres que te mande alguma coisa?

quinta-feira, 16 de maio de 2013

O IMPORTANTE É ONDE AS BEIJAMOS

Esta é verídica, juro.
Ontem, em Quarteira, falando com um amigo, junta-se a nós outro amigo comum que é médico, e que há muitos anos, se mudou para Faro.
Com o tempo, separou-se da esposa original e, depois de uns meses, ele, com 53 anos, encontrou nova mulher, esta com 23 anos, linda e com tudo nos respectivos lugares.
Contou ele que, certo dia, num restaurante encontram um casal de médicos, ex-colegas de turma (logicamente com mais de 50 anos) e sentam-se juntos para recordar os "bons velhos tempos".
O amigo médico, impressionado com a nova mulher do antigo colega, pergunta-lhe, quando as esposas vão à casa de banho retocar a maquilhagem, como conseguira a proeza de estar com um mulherão daqueles, ainda por cima com menos 30 anos do que ele.
Nosso amigo, com a maior calma do mundo, disse:
- "Para manter um bom relacionamento e manter feliz uma gata daquelas, o importante é onde a beijamos".
Imediatamente o colega, interessadíssimo, pergunta:
- "E onde é que tu a beijas”?
Sem perder a compostura o nosso amigo responde:
- "Eu a beijo em Paris, Londres, Roma, Veneza, etc"...

quarta-feira, 15 de maio de 2013

PRÓXIMA MARCHA - FERRAGUDO


Organização, já tradicional, da ACD de Ferragudo (Associação Cultural e Desportiva), esta meritória associação fundada em 1977 por um grupo de jovens que se propuseram servir a sua terra, promovendo a cultura e o desporto.
Esta associação é hoje um exemplo de como se pode, sem viver debaixo do guarda chuva do estado, prestar inestimáveis serviços a toda uma população.
Ora vejam bem as actividades sócio-culturais que ali se praticam: biblioteca, espaço net, animação infantil, informação juvenil, exposições, concursos, roteiros culturais, boletim informativo, agenda cultural, basquetebol, escola de basquetebol, taekwondo, ballet, ginástica, ginástica rítmica, danças de salão, marchas, escola de futsal, centro de massagens, escola de música, explicações, etc, etc.  Uf! Até cansa só de escrever.
Movimentam diariamente 160 participantes nas diversas actividades e 40 elementos dos órgãos sociais. E, anualmente, ainda nos dá uma organização bem humorada de uma marcha que faz sempre as delícias de quem lá vai.
Lá estaremos.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

MARCHANTES DA SEMANA

A Ana Dinis de Tavira, o Luis Rodrigues de Cacela e a Cecília Correia de S- Brás de Alportel.

domingo, 12 de maio de 2013

MARCHA DE OLHÃO






Ó vila de Olhão
Da Restauração
Madrinha do povo
Madrasta é que não
(José Afonso)

 
E marchámos, mais uma vez, na cidade de Olhão. Na orgulhosa Olhão, madrinha que não madrasta, como dizia o Zeca.
Recordem-se os factos que dão a esta terra o toque da heroicidade. Foi em 16 de junho de 1808 que os olhanenses deram um exemplo de patriotismo, sublevando-se contra as tropas ocupantes de Napoleão. A revolta popular culminou com a refrega da ponte de Quelfes, derrotando os franceses e obrigando-os à retirada, iniciando-se aí a libertação do Algarve.
Esta libertação dá origem a um acto heróico com a viagem do caíque “Bom Sucesso”, comandado pelo mestre Manuel Martins Garrocho, que partindo de Olhão a 6 de Julho de 1808, chega ao Rio de Janeiro a 22 de Setembro, comunicando ao rei D. João VI, que aí se tinha refugiado, a boa nova da libertação do Algarve.  O rei atribui a Olhão o titulo honroso de “Vila de Olhão da Restauração”.
Por vezes marchamos em locais de grande significado histórico ou de grande beleza, passamos ao lado de sítios que deveriam merecer da nossa parte um pouco mais de respeito e veneração, mas a vontade de marchar, a alegria do grupo, tudo faz esquecer. As organizações locais além da obrigatória marcação do percurso, da distribuição das águas, do aquecimento, poderiam, com um pouco de imaginação, promover melhor as suas terras, dando nota da história local, dos pontos de interesse, do artesanato da região, da gastronomia.
Hoje passámos ao lado da réplica do caíque Bom Sucesso. Quantos marchantes saberão o significado histórico daquele barco?
Organização impecável, como já é habitual, do Helder Oliveira. Percurso muito semelhante, mas muito belo, de marchas anteriores.
Restantes fotos AQUI.
Como curiosidade e em especial atenção a um amigo marchante, o Armando, que o pediu, em baixo a canção de José Afonso alusiva a Olhão:
 
 

 

sábado, 11 de maio de 2013

sexta-feira, 10 de maio de 2013

CURIOSIDADES


A origem do ramo de flores das noivas
Imaginemos o palácio de Versailles no sec XVII, ao tempo do rei Luis XIV. Não tinha casas de banho, não se usava escova de dentes, perfumes, desodorizantes ou papel higiénico. Os excrementos humanos eram despejados pelas janelas do palácio. Os residentes eram abanados para afastar os maus cheiros que deles emanavam, pois não tomavam banho  devido ao frio. O primeiro, e talvez único banho do ano, só era tomado em Maio. A maioria dos casamentos ocorria nesse mês porque o cheiro das pessoas ainda era suportável. Daí ser, ainda hoje, considerado o mês de Maio como o “mês das noivas”. Para esconder o mau cheiro as noivas carregavam um ramo de flores junto ao corpo, tentando disfarçar o odor que vinha das suas partes íntimas. É essa a origem dos ramos de flores que as noivas ainda hoje transportam, não com a finalidade de esconder seja o que for, mas como uma tradição que se conservou.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

MARCHANDO E RINDO

Então compadre, diga lá qual é o seu problema.
- Oh Sr. doutor, você sabe onde é que eu moro, é lá no alto do monte.Todos os dias me levanto, desço aquele monte todo e vou p'rá lida da minha horta. Mas depois, durante o dia, dá-me a vontade de... pronto, ir ter com a minha Maria, né verdade! Mas depois de subir aquele monte todo, um homem já não tem acção pra nada. Agora não sei o que fazer.
- Então faça assim, compadre: Em vez de ser você a ir ter com a sua Maria, faça ao contrário. Leve a caçadeira, e depois quando lhe der a vontade, dê um tiro e a sua Maria vai ter com você.
- Bem pensado, Sr. Doutor. Muito obrigado.
Passado um tempo, o alentejano vai outra vez ao médico para dizer como vão as coisas:
- Então compadre, deu resultado ou não deu?
- Deu sim senhor! Agora é uma maravilha. É só disparar a caçadeira e lá vem a minha Maria a correr. É uma beleza. Agora até são duas vezes ao dia, uma de manhã e uma à tarde.
Passado mais um tempo, o médico encontra o alentejano lá pelas ruas e dá-lhe uma palavrinha.
- Boa tarde compadre! Como é que vai a vida? Continua uma maravilha, espero eu.
- Oh Sr. Doutor, não me diga nada...
- Então homem, mas o que é que se passa? O compadre e a sua Maria não iam bem?
- Pois era Sr. Doutor, mas desde que abriu a época de caça nunca mais a vi.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

PRÓXIMA MARCHA - OLHÃO


Esta será a última marcha do calendário de 2012/2013, no concelho de Olhão.
Concentração no Jardim do Pescador, inaugurado em 1984, com uma excelente e privilegiada vista sobre a Ria Formosa, com o seu coreto e os seus bancos revestidos de azulejos dedicados à história de Olhão e às actividades piscatórias dos seus habitantes.
É uma zona belíssima tendo como polo os mercados municipais de coloração avermelhada, construidos no ano de 1915 e renovação em 1998. Ao fundo o porto de pesca e o Jardim do Patrão Joaquim Lopes.
Muito bonita esta marginal de Olhão, zona de agradáveis passeios com os seus restaurantes, esplanadas e... os gelados Gelvi de que nunca prescindimos quando por ali passamos.  É um muito bem escolhido local para a concentração da marcha. Será uma organização da Junta de Freguesia de Olhão com o toque sabedor do Helder Oliveira.
(Em cima fotografia de um dos bancos do Jardim do Pescador)

segunda-feira, 6 de maio de 2013

MARCHANTES DA SEMANA

A Susana e a Ana Vitória de Silves. Foi muito agradável o periodo em que marchámos e conversámos ao seu lado. Obrigado pela simpatia.

domingo, 5 de maio de 2013

MARCHA DE SILVES





"Depois que foi por Rei alevantado,
Havendo poucos anos que reinava,
A cidade de Silves tem cercado,
Cujos campos o bárbaro lavrava.
Foi das valentes gentes ajudado
Da Germânica armada que passava,
De armas fortes e gente apercebida,
A recobrar Judeia já perdida.
"Mas a formosa armada, que viera
Por contraste de vento àquela parte,
Sancho quis ajudar na guerra fera,
Já que em serviço vai do santo Marte.
Assim como a seu pai acontecera
Quando tomou Lisboa, da mesma arte
Do Germano ajudado Silves toma,
E o bravo morador destrue e doma.


Até Camões fala desta cidade onde marchámos. É um privilégio percorrer aquelas ruas onde se sente o peso da história, no Castelo, no edifício da Casa de Cultura islâmica, na Igreja da Misericórdia, na Igreja dos Mártires, na Ponte Velha e tantos outros locais dignos de uma visita demorada. Em cada esquina, uma imaginação fértil sente a presença do rei Al-Mutamide, dos poetas Ibn Ammar ou Ibn Caci, dos nossos reis Sancho I (primeiro conquistador da cidade, auxiliado por cruzados que ali passavam, como diz Camões nos versos acima) e Afonso III, do Infante D. Henrique.
A passagem pelo Castelo foi, mais uma vez o culminar da visita. Construção islâmica em grés e taipa cujas cisternas, alcáçova, as ameias, a Porta de Loulé nos esmagam com a sua monumentalidade.
Foi um bela e histórica marcha com a presença de autocarros de Faro, Olhão, Portimão, Monchique e S. Brás de Alportel.
Restantes fotografias AQUI.

sábado, 4 de maio de 2013

CASAMENTO



BONECAS DE CROCHÉ

Um homem e uma mulher estavam casados há mais de 60 anos.
Eles tinham compartilhado tudo um com o outro e conversado sobre tudo.
Não havia segredos entre eles, com excepção de uma caixa de sapatos que a mulher guardava em cima de um armário. Ela tinha avisado ao marido, quando se casaram, que nunca abrisse aquela caixa e nem perguntasse o que havia nela.
Em todos aqueles anos de casado ele cumpriu a promessa e nem sequer pensou sobre o que estaria naquela caixa de sapatos.
Um dia a velhinha ficou muito doente e o médico avisou que ela não sobreviveria.
Sendo assim, o velhinho tirou a caixa de cima do armário e a levou para perto da cama da mulher.
Ela concordou que era a hora dele saber o que havia naquela caixa.
Quando ele abriu a tal caixa, viu 2 bonecas de croché e um pacote de dinheiro que totalizava 95 mil euros.
Ele perguntou então o que aquilo significava e ela explicou:
- Quando nós nos casámos a minha avó disse-me que o segredo de um casamento feliz é nunca discutir ou zangar por nada. E, se alguma vez eu ficasse com raiva de você, que eu ficasse calma e fizesse uma boneca de croché.
O velhinho ficou tão emocionado que teve que conter as lágrimas enquanto pensava “Somente 2 bonecas  estavam na caixa. Ela ficou com raiva de mim somente 2 vezes em todos estes anos de vida e amor.”
- Querida!  Você me explicou sobre as bonecas, mas e esse dinheiro todo de onde veio?
- Ah!- Esse é o dinheiro que eu fiz com a venda das bonecas. Só sobraram duas.
ORAÇÃO
Senhor, dai-me sabedoria para entender o meu marido, amor para perdoá-lo e paciência para aturá-lo, porque se eu pedir força, eu bato-lhe até o matar, pois EU NÃO SEI FAZER CROCHÉ...
Amém!

sexta-feira, 3 de maio de 2013

AS ESCULTURAS DO DEODATO NA MARCHA DO BARÃO DE S. JOÃO

O João, a Sofia e a Alcina não são esculturas do Deodato, claro. Os autores são os ricos paisinhos deles, evidentemente.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

PRÓXIMA MARCHA - SILVES


Integrada no Silves Tour, programa que visa a promoção da actividade física, a nossa marcha, costuma ter um carácter social. As verbas recolhidas revertem a favor de uma instituição de solidariedade. Recordo a marcha do ano passado em que o beneficiário foi o Refúgio Aboim Ascensão de Faro.

Na marcha integrada neste programa é hábito a passagem pelo castelo de Silves, esse extraordinário exemplo da arquitectura islâmica no Algarve. Classificado como monumento nacional, foi construido em taipa revestida de grés o que lhe dá aquela muito original cor avermelhada. Não esquecer, quando da passagem pelo seu interior, uma visita às cisternas, uma delas de enormes dimensões, com uma abóbada apoiada em cinco arcos assentes em colunas quadradas e com uma capacidade de armazenamento de água que seria, ao tempo, suficiente para abastecer a população durante um ano.
Concentração no local habitual, as piscinas municipais, organização da Câmara Municipal, e, não esquecer, partida às 9H30.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

MARCHA DO BARÃO DE S. JOÃO




Foram só cinquenta os irredutíveis que resolveram iniciar o dia do trabalhador, marchando. E foram estes os privilegiados que tiveram a oportunidade de apreciar uma das mais belas marchas que a já nossa longa experiência teve oportunidade de viver. O percurso, muito bem escolhido, realizou-se quase integralmente na Mata Nacional do Barão de S. João. A passagem pelo parque das merendas, pelo percurso de manutenção, por aqueles sinuosos caminhos ladeados de pinheiros, acáceas, medronheiros e eucaliptos, foi algo inesquecível. A simpatia da organização, o sorriso da Profª Sofia, os diálogos interessantes que travámos, durante a marcha, com a natural da terra a Ana Gomes que nos ensinou o que queriamos saber sobre o Barão de S. João, a passagem pela exposição, ao ar livre, de esculturas do artista Deodato, tudo foi perfeito.
Esta marcha merecia ser organizada a um domingo. Faço um desafio à organização e ao João do Carmo. À primeira que repita no próximo ano o mesmo itinerário (se a fusão da freguesia com Bensafrim o permitir), ao segundo que agende desde já, para esta marcha, a data de um domingo.
Restantes fotografias AQUI.