segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

2013

Que 2013 lhes permita frequentar todos os domingos as nossas marchas. Que as autarquias abram os olhos e forneçam autocarros para o transporte dos seus munícipes. Que o Programa Nacional de Marcha/Corrida no Algarve se mantenha pujante para benefício da saúde dos algarvios. Que apareçam mais aderentes às marchas. Que as organizações continuem eficientes mas que melhorem a publicitação das marchas nas suas localidades, colocando faixas nas ruas principais, anunciando a sua realização.  Que complementarmente à marcha dominical todos pratiquem, durante a semana (três vezes pelo menos) no mínimo 45 minutos de marcha. UM ABRAÇO A TODOS.

domingo, 30 de dezembro de 2012

MARCHA DE MESSINES






São Bartolomeu de Messines e a sua Casa do Povo organizaram a última marcha do ano de 2012. Muitas ausências de habituais marchantes, já a estagiarem para a passagem do ano, e ausência total de autocarros das Câmaras do Algarve. Uma vergonha. Neste ano de 2012, e em jeito de balanço, destacamos o esforço do Instituto Português de Desporto e Juventude do Algarve em manter de pé este movimento tão antigo e de tão grandes benefícios para a saúde de quem o pratica. No momento em que o Secretário de Estado da Saúde diz que é preciso prevenir a doença, reduzindo por esse meio os enormes gastos da mesma, aqui está uma excelente forma de o fazer. Como factor negativo deste ano, a ausência de apoio da maioria das Câmaras. As explicações dadas pelos autarcas apontam sempre para a famigerada crise. Mas a explicação que mais se ouve é que nas próximas eleições os presidentes dinossauros já não podem ser reeleitos (alguns até já se "aconchegaram" continuando a "mamar" à custa do orçamento) e como tal já não necessitam dos votos dos marchantes. A outra explicação é que, sendo péssimos gestores, gastaram à doida em rotundas, fogos de artifício e contratos milionários com cantores pimba e agora cortam onde não deviam.
Restantes fotos AQUI.

sábado, 29 de dezembro de 2012

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

IMAGINAÇÃO MASCULINA

A mulher chega a casa e encontra o marido na cama, com outra, 25 anos, bonita, com tudo no sítio, bronzeada.
Arma o maior escândalo, mas o marido interrompe-a:
-Antes deverias ouvir como tudo isto aconteceu. Encontrei esta jovem na rua, maltrapilha, cansada e esfomeada. Então, com pena do estado dela, trouxe-a para casa. Servi-lhe o jantar, que tu não comeste no dia anterior com a mania das dietas, e que estava guardado no frigorífico, lembras-te?
Como estava descalça, dei-lhe aquele par de sapatos que, como foi a minha mãe que te deu, nunca usaste. Ela estava com sede e eu servi-lhe aquele vinho que estava guardado...para aquele sábado que prometeste, mas que nunca chega... pois, dói-te sempre a cabeça, estás cansada ou tens muito que fazer.
Como as calças dela estavam rasgadas, dei-lhe aquele par de jeans quase novo...ainda em perfeito estado, mas que não te servia.
Como ela estava suja, aconselhei-a a tomar um banho e no final, dei-lhe aquele perfume francês novinho, que nunca usaste porque não era a tua marca favorita.
Então, depois de bem alimentada, limpa e bem vestida ela perguntou-me:

-Senhor, não tem mais nada que a sua esposa não use?
Nem respondi!!!!!!!.............Dei logo!!!

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

PRÓXIMA MARCHA - SÃO BARTOLOMEU DE MESSINES

Marcha organizada pela Casa do Povo de Messines e concentração junto da sua sede. Do lugar da Junta de Freguesia retirámos o seguinte resumo:
"A freguesia de S. Bartolomeu de Messines estende-se por uma vasta área de mais de 250 kms 2, integrada no concelho de Silves. Actualmente a freguesia, a maior do Algarve, conta com cerca de 8 500 habitantes, repartidos pelo barrocal e serra.
A vila estende-se nas faldas de dois importantes conjuntos montanhosos, a Serra de Monchique e a Serra do Caldeirão.
Tem sido discutida a origem do topónimo Messines, não se sabendo se será de origem romana ou árabe. O que se sabe é que a primeira referência escrita a Messines, data de finais do século XII, no período islâmico.
Mas a história desta freguesia é muito anterior a estes períodos, o que está bem comprovado pelos muitos achados arqueológicos que têm sido descobertos em sítios como Gregórios, Cumeada, Pico Alto, Benaciate, Vale Fuzeiros e outros.
Segundo “O Levantamento Arqueológico da Freguesia de S. Bartolomeu de Messines”, do arqueólogo Jorge Correia, os vestígios mais antigos detectados na freguesia datam do final do Paleolítico Superior, tendo sido descobertos muitos artefactos no sítio dos Calvos. Noutros locais foram encontrados vestígios do Plistocénico, o que leva a concluir que esta região foi, desde os tempos mais recuados, sem dúvida local importante, não só devido aos recursos naturais aqui existentes, mas também pela situação geomorfológica privilegiada, o que possibilitou que ao longo das épocas continuasse a existir ocupação e actividade humana… Os menires, que surgem em grande número na freguesia, são um dos exemplos desta época distante".
Destacamos de entre os inúmeros messinenses ilustres o nome de João de Deus, eminente poeta, autor da “Cartilha Maternal”, de seu nome completo, João de Deus de Nogueira Ramos, nascido em 8 de Março de 1830 e falecido em 11 de Janeiro de 1896. Está sepultado no Panteão Nacional.
Apetece colocar aqui “a vida é o dia de hoje”, um dos seus poemas mais conhecidos:

A vida é o dia de hoje,
A vida é ai que mal soa,
A vida é sombra que foge,
A vida é nuvem que voa;
A vida é sonho tão leve
Que se desfaz como a neve
E como o fumo se esvai:
A vida dura um momento,
Mais leve que o pensamento,
A vida leva-a o vento,
A vida é folha que cai!
A vida é flor na corrente,
A vida é sopro suave,
A vida é estrela cadente,
Voa mais leve que a ave:
Nuvem que o vento nos ares,
Onda que o vento nos mares,
Uma após outra lançou,
A vida - pena caída
Da asa da ave ferida
De vale em vale impelida
A vida o vento levou!

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

MARCHANTES DA SEMANA

Vêm de Loulé estes três indomáveis marchantes. São o Filipe Guerreiro, o Ivo Temelkov (o búlgaro/sueco/português) e o João Sousa. Um trio divertido.

domingo, 23 de dezembro de 2012

MARCHA DE SALIR




Foi uma bela incursão pelo Algarve profundo. Boa e simpática organização, plena de pormenores organizativos inovadores ( a ficha de inscrição foi uma delas - cuidado em próximas marchas quando o número de marchantes for maior aumentando a dificuldade do preenchimento). Percurso muito belo, de tal forma que o nosso amigo Orlando, inspirando-se na paisagem e improvisando, retratou com esta quadra o sentimento que lhe ia na alma:
Quem adora a natureza
A esta marcha deve vir
Porque ecologia e beleza
Tem a marcha de Salir
Presente só o autocarro de S.Brás de Alportel. As outras autarquias colocaram os autocarros a velar o Menino Jesus já que o Papa diz, que quando do nascimento, não havia burro nem vaca.
Ver as restantes fotos AQUI.
 

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

MARCHANDO E RINDO




Um agente da ASAE vai a uma propriedade e diz ao dono, um velho agricultor:
- "Preciso inspecionar a sua propriedade. Há uma denúncia de plantação ilegal."
O agricultor diz:
-"Ok, inspecione o que quiser, mas não vá àquele campo ali", e aponta para uma determinada área.
O agente da ASAE diz indignado:
- "O senhor sabe que tenho o poder da autoridade comigo?"   E tira do bolso um crachá mostrando ao agricultor:
- "Este crachá dá-me a autoridade de ir onde quero... e entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder a nenhuma pergunta. Está claro? Fiz-me entender?"
O agricultor, muito educado, pede desculpa e volta para o que estava a fazer.
Poucos minutos depois, ouve uma gritaria e vê o agente de autoridade a correr para salvar a sua própria vida, perseguido pelo Asdrúbal, o maior touro da quinta.
A cada passo o touro vai chegando mais perto do agente, que, certamente,  será apanhado antes de conseguir alcançar um lugar seguro. O agente está apavorado.
O agricultor larga as ferramentas, corre para a cerca e grita com todas as forças dos seus pulmões:
- "O Crachá, mostre-lhe o CRACHÁ"!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

PRÓXIMA MARCHA - SALIR



Será em Salir a nossa próxima marcha. A organização é da Associação Cultural de Salir e a concentração junto ao edifício da Junta de Freguesia. Retirámos, com a devida vénia, do "site" da Junta a informação que se segue:
“Os historiadores, são unânimes em considerar que esta Vila foi em tempos habitada pelos Celtas, mas que, mais tarde, foram os Árabes que lhe deram maior importância, tendo no período de ocupação Almóada, no século XII, nela construído um castelo de que hoje apenas é dado ver breves ruínas e que se julga ter sido incendiado e reconstruído por duas vezes.
Salir foi também o local onde D. Paio Peres Correia, aguardou a chegada de D. Afonso III, para juntos, empreenderem a conquista do que ainda na província estava em poder dos mouros.
A partir dai, Salir foi sempre um ponto de referência e um local de eleição no suporte necessário à conquista do Algarve.
Salir é muito, muito rico. Tem um património natural fantástico e ostenta uma memória edificada de criar inveja a qualquer vila deste país. O sítio do Malhão e a Rocha da Pena, são os ex-libris da nossa freguesia onde o amante da natureza pode descansar o olhar em desejada contemplação do que de mais genuíno existe.   Poderíamos passar pelo nosso imenso património natural ou edificado e esquecer-nos do "cultural", mas admitir essa hipótese seria uma heresia. Efetivamente, se algo existe de que uma população se possa e deva orgulhar é aquilo que de relevante lhe foi deixado pelos seus antepassados. Salir, como qualquer outra freguesia, orgulha-se da sua cultura, das suas tradições, dos seus costumes, da sua gastronomia... enfim de tudo o que ao longo dos anos, das décadas e dos séculos, os seus pais, avós, bisavós e todos os seus antepassados gravaram nas pedras da vida e que hoje forma o seu património. Sim, é deveras riquíssimo esse legado; se pensarmos no património oral, com a sua enorme lista de mezinhas, provérbios, histórias ou contos e lengalengas ou no gastronómico, com os seus pratos ancestrais de sabores diversos e aromas fortemente condimentados, ou nas suas poesias de poetas vulgares encravados no barrocal ou na serra, onde debaixo de uma sobreira ou alfarrobeira ensaiaram versos simples de fria verdade, cada vez nos orgulhamos mais de aqui ter nascido, nesta terra de poucas palavras, mas de muitos sentimentos”.
A seguir, e por deferência da Associação Cultural de Salir, uma lenda, um pouco de história e informação sobre a marcha com respectivo mapa:

 
 
Cliquem nas imagens para ver melhor.
Lá estaremos, no domingo, na orgulhosa Salir, em pleno barrocal serrano, no concelho de Loulé, com os habituais marchantes amigos, mas também com aquela gente fantástica, simpática e bairrista, qualidades que são reconhecidas aos naturais daquela terra.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

MARCHANTES DA SEMANA

Não são os Marretas, não. São três extraordinários homens com uma genica "marafada" que fazem inveja aos mais novos. Ora vejam: o Anibal Silva com 84 anos, o Belchior com 86 anos e o João com 84 anos. As televisões chamam aos decanos da política, os senadores. Pois estes três são os nossos senadores das marchas, três super-homens, três jovens que são um exemplo para todos nós. Espero fotografá-los daqui a 20 anos.

domingo, 16 de dezembro de 2012

MARCHA DA CONCEIÇÃO -TAVIRA





Já se está a tornar cansativa a afirmação semanal enaltecendo a beleza do percurso escolhido pelas organizações, para as marchas deste ano. Hoje foi mais uma. Aquele trecho de percurso pela marginal de Cabanas é algo que enche o olho e nos faz desejar voltar e sentar numa daquelas esplanadas gozando o sol e a vista maravilhosa sobre a Ria Formosa com a Ilha de Cabanas ao fundo. Como curiosidade, esta ilha é uma das chamadas ilhas barreira do sistema lagunar da Ria Formosa. As outras são a Deserta, Culatra, Armona e Tavira.
Hoje estiveram presentes autocarros de Alcoutim, Aljezur, Faro, Olhão, Monchique e S.Brás de Alportel. Lamentável a ausência sistemática de alguns concelhos considerados dos mais ricos do país de que salientamos Loulé e Albufeira. Má gestão ou má vontade?
Vejam AQUI as restantes fotografias.

sábado, 15 de dezembro de 2012

RAPIDINHA


Desabafos no fim do namoro:
Ela: Tu nunca mais vais encontrar ninguém como eu!
Ele: Deus te oiça!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

HOJE É DIA DE FESTA


E vão três. Três anos em contacto diário convosco. 47.495 visitas. 83.466 visualizações de páginas. 1.215 mensagens colocadas. Milhares de fotografias.
Pois é. Este blog faz hoje 3 anos. Quando iniciámos este modesto espaço, em 13-12-2009, com a finalidade única da promoção das marchas, nunca esteve no nosso espírito atingir o primeiro aniversário, quanto mais o terceiro. Mas lá continuámos, tropeçando aqui e ali, as visitas aumentando, as reacções favoráveis dos marchantes incentivando-nos a continuar, e sentindo, permitam-nos a imodéstia, alguma utilidade na existência deste espaço. E demos por nós a considerar o blog como um filho, mudando-lhe as fraldas no primeiro ano, ensinando-o a andar no segundo e a falar no terceiro. Com muitas dificuldades, muitas hesitações, muitos erros, muitas asneiras, com fotos horríveis, outras menos horríveis, com postes péssimos, outros menos maus. Enfim fez-se o que foi possível.
Tudo, nesta vida, é efémero. E este blog vai, um dia, finar-se também. Até lá vamos continuar. Abraços.
(Em cima uma foto de alguns amigos marchantes. Neles projectamos o enorme pelotão que todas as semanas marcha connosco).

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

PRÓXIMA MARCHA - CONCEIÇÃO DE TAVIRA

A marcha da Conceição de Tavira regressa, novamente, ao domingo (as duas anteriores foram no feriado de 8 de Dezembro). Teremos, assim, uma maior presença de marchantes. A organização merece pela simpatia com que nos recebeu em anos anteriores. A responsabilidade da organização cabe, como habitualmente à Associação de Desenvolvimento Social Local e Solidariedade Social da Conceição de Tavira. Associação fundada em 25/3/2004, com a finalidade de apoio às pessoas carenciadas, à promoção de modalidades desportivas como o motociclismo a caça/pesca, e à promoção de exposições de artes plásticas e artesanais, bem como a organização de eventos como a Festa dos Santos Populares, a Festa dos Reis Magos e o Festival de Gastronomia.
Fica uma foto da marcha do ano passado para recordar.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

domingo, 9 de dezembro de 2012

MARCHA DE ALVOR






Foi mais um belíssimo percurso, à semelhança de tantos outros do presente calendário. Tivemos campo, praia e passagem pela vila de Alvor com as suas ruas típicas, o seu "calçadão" marginal à Ria de Alvor. Foi uma boa organização, muita simpatia, em suma, uma boa jornada de marchas.
Presentes os habituais autocarros de Faro e Olhão, um autocarro da Universidade do Algarve, outro da Casa do Povo De Messines e uma carrinha da Junta de Freguesia de Porches.
Veja o resto das fotos AQUI (precisa ter conta no Facebook)..

sábado, 8 de dezembro de 2012

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

ILUSÃO DE ÓPTICA

Olhe para o centro da bandeira durante 30 segundos. Depois rapidamente fixe o centro do quadrado da direita e aparecerá a bandeira portuguesa com as suas cores reais.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

MARCHANDO E RINDO

Um passageiro, no banco de trás do taxi toca no ombro do taxista para lhe fazer uma pergunta. O taxista grita, perde o controlo do carro, quase choca com um camião, sobe o passeio e entra por uma montra dentro, partindo o vidro em pedaços. Por um momento não se ouve nada dentro do táxi até que finalmente o taxista diz:
- Olhe amigo, não volte a fazer isso nunca mais! Quase que me matou com o susto.
O passageiro pede desculpa e diz:
- Nunca pensei que fosse assustar-se tanto só porque lhe toquei no ombro. Responde o taxista:
- O que se passa é que hoje é o meu primeiro dia de trabalho como taxista.
- E o que é que fazia antes?
- Fui condutor de um carro funerário durante 25 anos.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

FOTOS DE ALBUFEIRA

Vejam AQUI a totalidade das fotos.

A publicação exaustiva, neste blog, de todas as fotos que tiramos durante as marchas (uma média de 50) não seria prático nem lógico pelo espaço que ocuparia. Por vezes temos de selecionar fotografias que, segundo o nosso gosto, mais se enquadram na finalidade do blog, deixando por publicar outras que se justificaria serem publicadas. Assim, preenchendo esta lacuna, resolvemos criar a página de Facebook acima indicada (premindo a palavra "AQUI"), onde colocaremos todas as fotos das marchas que tirámos. Começamos com a marcha de Albufeira do último domingo.
Para recerem directamente na vossa página de Facebook (para quem tem, claro), basta premir o botão "gosto".

PRÓXIMA MARCHA - ALVOR


Alvor, antiga aldeia de pescadores, hoje terra de restaurantes e comércio, que a transformam em polo turístico muito interessante. Alvor é também o nome do rio que ali desagua e o seu nome não significa alvorada, como poderemos ser levados a pensar, mas sim fortaleza ou castelo (do árabe al-burdj). Será ali, no Complexo Desportivo, que iniciaremos a nossa marcha, paredes meias com, de um lado, a praia de Alvor e do outro, o típico passeio marginal com as suas esplanadas e os cais de acostagem das inúmeras embarcações de recreio e pesca.
Enfim, é mais um local paradisíaco, do nosso Algarve, para desfrutarmos em pleno.
Esta marcha tem uma componente solidária. Podemos ajudar o Lar de Crianças Bom Samaritano levando 1 caixa de flocos de cereais, 1 lata de chocolate em pó, ou algo útil e adaptado ao pequeno almoço de crianças. Este lar é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, com, actualmente, 36 crianças sem família, em regime de internamento.