quarta-feira, 30 de junho de 2010

CAMINHADAS AO LUAR

A Câmara Municipal de Lagoa organiza de 1 de Julho a 3 de Agosto caminhadas nocturnas que designou de "Caminhadas ao luar". Vão até lá se puderem. Vou tentar aparecer e testemunhar fotogràficamente a iniciativa. Segue informação que nos foi enviada pelo IDP:
"… Caminhando pelo imaginário popular, onde se combinam factos verídicos, mitos, memórias e costumes, os percursos das Caminhadas ao Luar irão fazer viajar-nos por lendas entranhadas nas ruas pitorescas do Concelho de Lagoa, falando-nos de amores, noites quentes e memórias de tesouros escondidos.
O Município de Lagoa, através dos seus serviços desportivos, procura continuar a implementar o Programa “Viva +”, contribuindo assim para o aumento da prática desportiva no Concelho de Lagoa.
As “Caminhadas ao Luar” inseridas no Programa “Viva +” desde 2006 irão desenvolver nos participantes o gosto pela marcha, descobrindo percursos no Concelho.
É com enorme prazer que vos apresento a 4ª Edição das Caminhadas ao Luar. Esta actividade realiza-se no âmbito do Programa “Viva +”, da responsabilidade dos Serviços Desportivos da C.M. Lagoa.
A primeira Caminhada ao Luar tem início no Pavilhão Desportivo Municipal “Jacinto Correia” de Lagoa pelas 21h00".
João do Carmo
Serviços Desportivos Municipais
Técnico Superior Desporto
Câmara Municipal de Lagoa
http://www.cm-lagoa.pt/
(Para ver melhor o calendário "clicar" em cima da imagem).

terça-feira, 29 de junho de 2010

SEM COMENTÁRIOS

Pergunta a uma "inteligente" candidata a Miss Chile, Carolina Zuniga (ao lado na foto):
-Se houvesse um holocausto nuclear, que casal (homem e mulher) escolherias para preservar e multiplicar a raça humana?
Resposta da “piquena”:
-Escolhia o Papa e a Madre Teresa de Calcutá.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

RECORDAR É VIVER - Marcha de Pechão


Foram cerca de 1.000 marchantes. Foi a 24 de Janeiro. E o Helder não falhou. Organizou, como é já habitual nele, uma fantástica marcha. O tempo estava fresco sem chuva. No final os habituais jogos tradicionais e muita música.

domingo, 27 de junho de 2010

GASPACHO ALGARVIO

Identificámos num post anterior as qualidades nutritivas da sardinha. E como neste blog  vale quase tudo (excluindo política e futebol), falemos hoje de um possivel acompanhamento a uma bela sardinhada assada. E que bem que sabe nesta altura do ano.

 Ingredientes :
4 tomates maduros ;
0,5 Kg de pão duro ;
5 dentes de alho ;
5 colheres ( sopa ) de vinagre ;
1 dl de azeite ;
2 pimentos verdes ;
1 pepino ;
oregãos ;
sal e pimenta preta.
Confecção :
Descasque os alhos e esmague-os bem com o sal. Coloque-os numa terrina e junte-lhe os tomates em puré e um copo de água bem gelada.
Descasque o pepino e limpe os pimentos do pé e das sementes, cortando tudo em cubinhos pequenos. Adicione os oregãos, o pepino e os pimentos, misturando muito bem e temperando de azeite, vinagre e um pouco de pimenta preta.
Por fim junte o pão cortado em pedaços e suficiente água fria para empapar o pão e permitir uma boa mistura final.
O Gaspacho Algarvio é ideal para acompanhar peixe frito ou assado.
BOM APETITE E VOTOS DE UM BOM DOMINGO.

sábado, 26 de junho de 2010

PANSAMENTO DO DIA

Meu grande sonho é ser pobre um dia, porque ser todos os dias é lixado...

sexta-feira, 25 de junho de 2010

RECORDAR É VIVER - Marcha de Paderne


Foi a 17 de Janeiro que nos concentrámos ao lado do estádio João Campos em Paderne e calcorreámos os arredores de Paderne, com o castelo sempre a olhar para nós. Sabiam que o castelo de Paderne é um dos castelos representados na bandeira nacional? Sabiam que João Campos foi um grande atleta nascido em Paderne e que, além de muitos outros bons resultados, foi medalha de ouro em 1985, nos 3.000 m dos campeonatos mundiais de pista coberta que se realizaram, em Paris?

quinta-feira, 24 de junho de 2010

A SARDINHA

Do Minho ao Algarve, Junho é mês de santos populares e sardinhas assadas. Os portugueses apreciam-nas especialmente, símbolo gastronómico da cozinha tradicional.
A sardinha é rica em ácidos gordos do tipo ómega 3, essenciais para o desenvolvimento do cérebro e sistema nervoso central. Estes ajudam ainda a baixar os triglicéridos e o mau colesterol no sangue, com efeitos benéficos para as artérias e coração. Proteínas de qualidade e algumas vitaminas e minerais são outras dádivas desta espécie. Mesmo em conserva, a sardinha é praticamente desprovida de hidratos de carbono.
Dicas de frescura
Na pele, procure pigmentação viva, brilhante e sem descoloração. Pele opaca e escamas que se soltam facilmente indicam pouca frescura.
A carne deve ser firme e elástica. Com o tempo, amolece, e a carne fica avermelhada junto à coluna vertebral.
Cheiro suave a maresia indica frescura. Odor a ranço, amoníaco ou azedo indica problemas de conservação
Os olhos devem estar salientes, com córnea transparente e pupila negra e circular. Evite peixe com córnea opaca ou ensanguentada, pupila acinzentada e distorcida. As guelras devem ser vermelhas. Quando acastanhadas, o peixe pode não estar em boas condições.
(Retirado daqui).

quarta-feira, 23 de junho de 2010

COISAS DA VIDA

O QUE É O SUCESSO?
Resposta:

Aos 2 anos ………………. Conseguir andar
Aos 4 anos ………………. Não fazer xixi nas calças
Aos 12 anos ………………Ter amigos
Aos 18 anos ……………… Poder conduzir
Aos 20 anos ……………… Fazer sexo
Aos 35 anos ……………… Ganhar dinheiro
Aos 50 anos ……………… Ganhar dinheiro
Aos 60 anos ……………… Fazer sexo
Aos 70 anos ……………… Poder conduzir
Aos 75 anos ……………… Ter amigos
Aos 80 anos ……………… Não fazer xixi nas calças
Aos 90 anos ……………… Conseguir andar

terça-feira, 22 de junho de 2010

GALERIA DOS NOTÁVEIS FIGURÕES

È uma fotomontagem de duas marchantes antigas, a Tina e a Leonor. Gente boa, "porreira", que ajuda ao clima de boa disposição das marchas. Esperemos vê-las por cá por muitos e muitos mais anos.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

RECORDAR É VIVER - Marcha do Algoz

Foi no dia 10 de Janeiro o dia do dilúvio, não o universal mas o do Algoz. Não houve marcha, mas houve um cházinho e uns bolinhos que "papámos" debaixo das arcadas do edifício da Junta de Freguesia.
Na altura, escrevi aqui no blogue:
"Mas a Junta de Freguesia cometeu uma falha imperdoável: esqueceu-se de telefonar ao Noé, e pedir-lhe ajuda para a construção de uma Arca que transportasse as centenas de marchantes pelas terras alagadas da freguesia.
A Rosinda (marchante assídua e colaboradora na organização) estava desolada. Depois do trabalho de montagem da marcha, feito com tanto esmero, a ira dos céus não lhe permitiu ver o fruto desse trabalho.
Cara Rosinda, não se amofine. Não marchámos, mas devorámos os acepipes e bebemos o vosso delicioso chá quente. Não ginasticámos as pernas, mas demos bom trabalho aos maxilares. E para o ano aí estaremos. Ah, aconselho-a a começar já a construção da Arca não vá a maldade da humanidade se agravar e Deus, já sem paciência para nos aturar, resolva, finalmente, concretizar as suas ameaças".
Esperemos que no próximo Janeiro tudo volte à normalidade. Ah!, não se esqueçam das filhós.

domingo, 20 de junho de 2010

SORRINDO

O AMENDOIM

Um homem estava a beber cerveja, a comer amendoins e a ver TV na sala, vigiando a filhinha de 16 anos que namorava na varanda.
Cheio de sono, a cerveja foi fazendo efeito, começa a coçar o ouvido com um amendoim, até que a casca parte e o amendoim fica entalado no ouvido.
O homem fica desesperado, começa a tentar tirar o amendoim com o dedo e empurra-o ainda mais para dentro!
Pega uma tampinha de caneta Bic e... chiça! O amendoim entrou mais ainda...
O homem já estava louco, gritando, chamando a mulher, que veio correndo, e, apavorada, já o queria levar para o hospital.
O Homem não queria - que raio!
- Sou um homem de posição, não posso me expor ao ridículo, etc...
A filha e o namorado (de 17 anos...) entram na sala para ver o que estava a acontecer.
- Pai, que é isso!? Que vergonha!
O gaiato (namorado da filha):
- Calma, que eu resolvo o problema! Quando era escuteiro, era eu que socorria os amigos!
A aflição era tanta que permitiu que aquele sujeitinho lhe desse uma ajuda.
O puto mete dois dedos no nariz do sogro, e diz:
- Feche a boca e sopre pelo nariz com bastante força!!
E não é que o maldito amendoim saiu do ouvido?!...
O namoradinho sai todo convencido, a filha toda apaixonada, e a mulher encantada com o eficientíssimo rapaz, diz para o marido:
- Viste que lindo? Tão calmo, tão controlado nas emergências. O que
será que ele vai ser no futuro?
E o marido, cada vez mais chateado, responde:
- Pelo cheiro dos dedos, o filho da mãe vai ser ginecologista!!!

sábado, 19 de junho de 2010

REFLEXÕES ÚTEIS

A ÁGUA
Todo o nosso organismo tem água. É ela que protege e lubrifica as cerca de 100 mil milhões de células do nosso corpo. A água tem uma função de transportadora dos nutrientes, resíduos e hormonas por todo o corpo. A idade, o sexo, a actividade física, o estado de saúde, a forma de nos alimentarmos e o clima determinam a quantidade de água que devemos beber por dia. Sabemos que estamos a beber pouca água se a urina não for clara e sem cheiro e também se formos poucas vezes à casa de banho (4 vezes por dia no mínimo). Há muitas formas de nos hidratarmos saudavelmente. Tudo o que comemos e bebemos contém água. Há até alimentos que são constituídos por 90% ou mais de água, como, por exemplo, o leite, a melancia, os morangos, os bróculos, os tomates e que ajudam a suprir a nossa necessidade diária de água.
O nosso corpo só retém a quantidade de água que necessita. Se bebermos mais do que precisamos o organismo elimina-a. Portanto não há necessidade de a ingerir em excesso.
Quando sentimos sede é porque já perdemos muita água. Não devemos, portanto, ficar à espera da sede para beber, devendo fazê-lo ao longo do dia. Temos de ter em conta que, com a idade, a sensação de sede diminui mas a necessidade de água não.
Com a ingestão da água que necessitamos, os intestinos passam a funcionar melhor e as fezes mais hidratadas são expulsas mais facilmente (não esquecer que a actividade física e o consumo de fibras também ajudam no tratamento da obstipação).

sexta-feira, 18 de junho de 2010

PENSAMENTO DO DIA - bem ao fim do dia

"O meu computador faz-me lembrar uma carroça: tem sempre um burro à frente!!!

RECORDAR É VIVER - Marcha de Benafim

Foi em 3 de Janeiro. Chuva e frio. Mas, reparem, os marchantes indiferentes aos elementos, partiram e completaram o percurso sempre com alegria e um sorriso nos lábios. Até o Director Regional do Algarve do IDP, o Prof. Joaquim Duarte, apareceu e, dando um exemplo de companheirismo, marchou alegremente com a chuva a fustigar-lhe a bem tratada e farta cabeleira (ihihihihih).

quinta-feira, 17 de junho de 2010

CUIDADOS COM O SOL

Agora que a época de praia começou, nunca é demais alertar as pessoas para os:
Cuidados com o Sol

 Abuse do protector, use chapéu, evite a praia nas horas de maior calor e proteja as crianças. As roupas sintéticas e escuras defendem melhor a pele.
O Sol tem um efeito benéfico sobre o estado de espírito e é indispensável para certas funções corporais, como a síntese de vitamina D. Mas a exposição excessiva provoca o envelhecimento precoce da pele. Além disso, pode ser responsável pelo aparecimento de lesões cancerosas.
Evite-o durante as horas mais quentes do dia, entre as 11 e as 17, e aplique frequentemente protector solar.
Informe-se sobre o seu tipo de pele (fotótipo) para determinar o tempo máximo de exposição solar e o índice de protecção necessário.
Até aos 6 meses, não leve os bebés à praia e, até um ano, evite a sua exposição directa ao Sol. Proteja as crianças com creme solar de índice elevado, t-shirt e boné.
•Para qualquer tipo de pele, o protector deve ter um índice mínimo de protecção de 15. Se a sua pele for muito clara, tiver problemas cutâneos ou hipersensibilidade (manchas ou ardor, por exemplo) à luz do Sol, use um protector com índice mínimo de 30.
 •Coloque o protector cerca de uma hora antes de se expor, para que a pele o absorva bem. Repita a operação em cada 2 ou 3 horas e após mergulhar, mesmo que o rótulo refira que é de longa duração ou à prova de água.
(Retirado, com a devida vénia, daqui)

quarta-feira, 16 de junho de 2010

MARCHANDO E RINDO

Marchavam, calmamente, em Alcoutim, o Ti Jaquim e a Ti Albertina.
Diz ela:
- Ó Jaquim, ainda gostas de mim, homi?
- Atã nã havera de gostari?
- Ê nã sê... Tu já nem me procuras...!
- Ora porra, tu também nã te escondes...!

terça-feira, 15 de junho de 2010

RECORDAR É VIVER - Olhão

Lembram-se? Estava um frio de rachar. Foi a 20 de Dezembro e é a primeira marcha de que tenho fotografias. Aqui está uma, muito bonita, em que podem apreciar os marchantes bem agasalhados. Foi uma marcha muito bem organizada, como é habitual, pelo Helder Oliveira.
A partir de agora, a intervalos regulares, vamos recordar algumas marchas que fizemos ao longo da época.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - DRAlgarve

A DRAlgarve (Direcção Regional de Educação do Algarve), no seu sítio da internet, estabeleceu uma ligação útil para o nosso blogue. Podem ver aqui. Consideramos que tal chamada de atenção é o reconhecimento de que este blogue tem sido um divulgador do exercício físico, através da marcha, por todo o nosso Algarve e uma responsabilidade para o futuro. Obrigado ao Prof. Eduardo Fernandes pela simpatia. Estaremos ao vosso dispor para divulgar, junto dos marchantes, as iniciativas que julgarem convenientes.

domingo, 13 de junho de 2010

AINDA A MARCHA DE FARO (últimas fotos)

O retemperar das forças.

Damos por encerrada a publicação das fotografias da marcha de Faro. A partir de agora este blog vai criar a rubrica "Recordar é viver", onde falaremos de marchas anteriores, com ilustração fotográfica. Também continuaremos com anedotas, pensamentos, conselhos úteis e o que mais nos lembrarmos para preencher o tempo que falta até Setembro. Aceita-se colaboração dos leitores. Têm o email do blogue (algarvemarchas@gmail.com)  para enviarem as vossas sugestões e postes para publicação. Conto convosco para me ajudarem a preencher o vazio das férias. Vamos a isso Rosinda, Ana, Rui, Pacheco, Jorge, Fátima, David, Tinoco, Damásio, Orlando, Helder, etc,etc,etc,etc.
E, sobretudo, continuem a vir por cá para nos darem ânimo.
 No dia 10 de Junho este blogue teve 197 visitas o que constituiu o nosso record diário, e que nos incentiva a continuar e a manter esta via de comunicação entre nós, amantes de caminhadas.

sábado, 12 de junho de 2010

AS CRÓNICAS DO JORNAL "O ALGARVE"


Esta foi a crónica que saiu no jornal "O Algarve", de 10 de Junho, já depois de terminada a época de marchas.

A UVA MIJONA

A uva-mijona é uma variedade de uva que apresenta bagos de polpa aguada e de sabor desagradável. Tal expressão também significa preço baixo, saldo. Lembrei-me deste título não porque ele se adeque à escrita que se segue, mas sim como fraca mensagem subliminar, que irá influenciar comportamentos futuros semelhantes à da heroína desta história, que chamarei Francisca (nome fictício).
Normalmente os organizadores das marchas têm o cuidado e o IDP também aconselha, que junto aos locais de partida existam instalações sanitárias. Os marchantes deslocam-se das mais longínquas terras e o tempo que levam a chegar ao destino contribui, naturalmente, para um enchimento das respectivas bexigas que serão aliviadas nas tais instalações. E até é engraçado de ver as filas enormes para a casa de banho das senhoras e a inexistência de filas para a casa de banho dos homens. É um fenómeno digno de estudo, mas que não cabe, por agora, nesta croniqueta, mas que ajuda a perceber o problema da Francisca mais adiante explicado.
Ora numa das marchas, já não lembro qual, no interior serrano algarvio, tais instalações não existiam. A nossa Francisca, vinda de terra longínqua, já estava um pouco assim a “modos que apertada” e a ausência de instalações sanitárias não lhe permitiu satisfazer essa necessidade tão básica, tão corriqueira.
Começa a marcha e a Francisca lá caminhava cada vez mais aflita. O seu andar começava já a assemelhar-se ao andar artificial dos modelos numa passerelle, as pernas cruzando-se, bem unidas, coxas bem apertadas. Vocês conhecem o estilo, já passaram pelo mesmo. A determinada altura a Francisca vê um arbusto ao lado do trilho, olha para trás e não vê vivalma. É agora, pensa ela! E um rio caudaloso brotou, uma torrente interminável deslizava regando os ressequidos terrenos da bela serra algarvia. Um suspiro de satisfação e supremo alívio escapava-se pelos seus lábios semi-abertos.
Mas nestas coisas o que deve acabar mal, acaba mesmo mal, diz a malfadada lei de Murphy. Uns marchantes (homens), retardatários, surgem ao fundo e em passadas largas aproximavam-se da pobre Francisca, semi-escondida pelo modesto arbusto e com o regadio ainda por terminar. Mulher de sãos princípios morais, recatada, de grande pudor, não lhe restava outra alternativa senão puxar rapidamente a lingerie e o fato de treino e continuar a marcha, disfarçadamente, para que os marchantes que se aproximavam não se apercebessem dos preparos em que se encontrava.
Mas, meus caros, lembram-se do que escrevi acima sobre a rega inacabada? Já estão a ver a cena, não estão? A rega completou-se já com a roupa vestida. É que para interromper o caudal de um rio é necessária uma valente barragem.
No final da marcha as amigas, desconhecedoras dos factos narrados, interrogavam-na ingenuamente: “Oh mulher estás toda molhada. Que te aconteceu?”. E a Francisca, vivaça, espertalhona, espontânea, evidenciando um ligeiro rubor na face, replicava: “Hoje esforcei-me demasiado. Estou toda suadinha”.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

JORNAL "O ALGARVE"

Amanhã publicarei a crónica que saiu esta semana no jornal "O Algarve". Venham até aqui e verão as aventuras e desventuras da UVA MIJONA.

AINDA A MARCHA DE FARO

Conforme prometido cá estão mais fotografias da marcha de Faro. O aquecimento, a partida, a chegada. (Podem ver melhor as fotos, premindo em cima para ampliar).

quinta-feira, 10 de junho de 2010

AINDA A MARCHA DE FARO

Mais fotografias da marcha de Faro. Na primeira vislumbra-se a Susana do IDP acompanhando os marchantes. Na segundo o Presidente da Câmara e a sua saudável barriguinha. Diz que não tem vagar para fazer exercício.  A última mostra um pouco do belo percurso que fizemos.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

BRINCALHÕES DA SEMANA

A Fátinha e o Jorge recordando os tempos de escola.

MARCHANTES DA SEMANA


FOTOS DA MARCHA DE FARO
Na foto de cima a Viviane, que vai intervalando o BTT com as marchas e o Carlos de Olhão.
No meio, à esquerda o Alfredo de Sousa e a Arminda Amaral, gente boa de Faro.
À direita o Luis Duarte, a Ana Barona e a minha velha amiga de Loulé a Maria José Miguel. Em baixo a Julieta de Alte, mas que mora em Armação de Pera. Tudo gente 5 estrelas.

terça-feira, 8 de junho de 2010

JUSTA HOMENAGEM

As marchas da época 2009/10 não teriam o brilhantismo que toda a gente reconhece sem a orientação, liderança e extraordinário carinho  que a equipa do IDP lhes dedicou este ano. 
Creio interpretar o sentimento de todos os marchantes (que me foi transmitido por muitos), ao exprimir aqui um sincero agradecimento ao Director Regional do IDP Prof. Joaquim Paulino Duarte e às tecnicas Prof.as Susana Rodrigues e Andreia Nóbrega. Obrigado pela presença assídua (com prejuízo do merecido descanso semanal), pela procura constante da perfeição, e pelas inovações introduzidas que fizeram desta época de marchas a melhor de sempre.
Na foto e da esquerda para a Direita, a Dra Teresa Sancho da ARS, que colaborou na área da saúde, o Prof. Joaquim Duarte e as "nossas" queridas Andreia e Susana. MUITO OBRIGADO.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

ANÁLISE FINAL ÁS MARCHAS

Cabe aqui fazer uma análise à época de marchas que agora acabou.
Vou servir-me, com a devida vénia, de um excelente trabalho do nosso amigo e colega marchante, Rui Costa a quem peço desculpa pelo resumo e pelas pequenas alterações, feitas sòmente pela facilidade de enquadramento e para tornar mais perceptível a análise, já que ela não é transcrição integral do que o Rui escreveu:

"Através da análise que fui fazendo, podemos concluir que regra geral as organizações primam por oferecer aos participantes boas condições para a prática desportiva, seja em termos de estacionamento, secretariado, instalações sanitárias e alimentares, seja na animação e aquecimento prévio.
Já no que diz respeito às marcações dos percursos algumas delas deixam bastante a desejar. Nalguns casos as placas direccionais estão mal colocadas ou pura e simplesmente não existem, as fitas muitas vezes são rasgadas ou pouco perceptíveis e, por fim, as placas indicadoras da distância percorrida, salvo muito raras excepções, não existem.
 A assistência durante os percursos é bastante satisfatória.
Um segundo ponto negativo tem a ver com o pouco empenho da maioria dos organizadores em relação aos finais das marchas-corridas. Muitas são as vezes em que cansados e exaustos, depois de percorridos 5 ou 10 quilómetros, chegamos ao final e deparamo-nos com um autêntico deserto: Ninguém da organização, falta de água, música ou qualquer animação. É triste!
Em relação às minhas notas finais queria salientar os seguintes pontos:
- O excelente clima que temos no Algarve: Em cerca de 30 domingos, de Setembro a Junho, choveu unicamente por 3 vezes!!! E a temperatura ambiente ( à excepção daquelas manhãs geladas em Olhão e no Corotelo ) variou entre os 12 e os 24 graus, óptimo para a prática desportiva.
- O número de marchantes: Salvo as organizações especiais de Portimão e Faro, o número médio variou entre os 550 e os 750 marchantes.  Tenho a certeza que é possível fazer bastante neste campo: A ausência de camadas mais jovens da população, abrangendo todos os estratos sociais, de comunidades estrangeiras residentes ou em férias, de organizações empresariais, etc. Um merecido reconhecimento ao Jornal O Algarve pela página semanal de divulgação desta modalidade.
- Os pisos e traçados escolhidos foram regra geral do meu agrado. Nota negativa para o de Santa Bárbara de Nexe, quer pela subida exagerada quer pelo péssimo piso. Muitos bons traçados ficaram de fora esta época. Cito dois exemplos: Vilamoura e Barragem do Arade.
Finalmente a minha classificação final
Os Melhores:
1º Faro
2ºs Fuzeta, Olhão e Pechão ( trabalho do nosso colega Hélder )
5º Albufeira
E os Piores:
1º Tôr ( por ter tirado a outro um lugar no calendário )
2ª Santa Bárbara de Nexe
3ºs Loulé, Paderne
5ºs Porches, Vale Silves, Martinlongo, Espiche, Azinhal, Portimão e Aljezur"

A caixa de comentários, está à vossa disposição para nos tansmitirem, também, o que acharam desta época de marchas. Vá lá, escrevam, todas as ideias são bem vindas.

MARCHA NOCTURNA - TAVIRA


Para completar o calendário, vamos até à cidade das 37 igrejas. Ao lado a foto da Igreja de Santa Maria do Castelo, considerada, talvez a mais importante, devido ao portal gótico e, também porque nela se encontram os ossos de 7 cavaleiros cristãos e os restos mortais de D.Paio Peres Correia, conquistador da cidade aos mouros.
A marcha nocturna é já dia 9, quarta-feira, às 21H30, no Jardim do Coreto.
Deixem-se de desculpas. No dia seguinte é feriado, podemos ir para a cama mais tarde. E que melhor forma de passar o serão?

domingo, 6 de junho de 2010

MARCHA FINAL - FARO



Foi a apoteose final, nesta marcha final. Foi uma marcha linda, mas de enormes contrastes. O entusiasmo dos 2.500 marchantes, a quietude da mata a reclamar silêncio e recolhimento, a chegada barulhenta, o almoço em comunhão, a despedida saudosa. HAJA CORAÇÃO QUE AGUENTE. Fica bem recordar Camões agora:

Verdes são os campos
Da cor do limão
Assim são os olhos
Do meu coração

E já estamos com saudades. Que venha já a próxima época.
Vamos tentar manter activo este blogue, durante este intervalo. Publicaremos durante esta semana muitas fotos da marcha de Faro, que não couberam nesta posta. Depois manteremos a "chama" com fotos de outras marchas, com anedotas, pensamentos, e o que nos lembrarmos.
Assim que o calendário das marchas estiver completo, publicá-lo-emos aqui. Estejam atentos, e já que só nos vamos encontrar talvez lá para 19 de Setembro, passem por aqui, porque como diz a canção do Rui Veloso, “muito mais é o que nos une, que aquilo que nos separa”.
Vamos terminar a época com a marcha nocturna de Tavira, dia 9, 4ª feira, às 21H30, que publicitaremos amanhã.

sábado, 5 de junho de 2010

MARCHA NOCTURNA DE OLHÃO

Ambiente fantástico, clima a condizer, recepção calorosa, animação "à maneira" do Helder, alegria a "rodos". Enfim, foi mais uma jornada perfeita a que não faltou, no final, um "pezinho" de dança. Foram 5km  pelas ruas de Olhão, causando inveja aos ociosos que se exercitavam nas esplanadas, fazendo flexões frontais para pegarem nas imperiais, e, simultâneamente, musculação ao braço direito levando o copo à boca.
Obrigado Olhão, obrigado Helder, por nos receberem tão bem.
E é já amanhã a marcha final em Faro. Prevê-se uma afluência record. Lá estaremos.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

OS NOVOS LUSÍADAS OU A EPOPEIA DO MARCHANTE

PARA CHATEAR O CAMÕES

(ao ler isto vai dar voltas no caixão)

Velhos, novos, magros e anafados
Pelas cidades, serras, praias algarvias
Por trilhos nunca de antes caminhados
Venceram estradas, ruas e muitas vias
Por subidas íngremes, esforçados
Cantando, falando, rindo com alegria
Visitámos aldeias, cidades, gentios variados
O avô, o pai, o filho, a mãe e a tia

E também a memória gloriosa
Dos marchantes que foram espalhando
A força, saúde e alegria fabulosa
De Lagos, Faro, Olhão e Martinlongo
E aqueles que por marchas, orgulhosos
Estão em todas, alegres e cantando
Este blogue espalhará por toda a parte
Se Camões não rejeitar tão pouca arte

Calem-se gabarolas, fortes e fracalhotas
As grandes e gloriosas marchas que fizeram
Calem-se Carlos Lopes , Mamedes e Rosas Motas
A fama das grandes vitórias que tiveram
Porque eu canto a força ilustre dos marchantes
A quem os montes, veredas, vales obedeceram
Cale-se tudo o que esta gente inchada canta
Que o marchante fraco ou forte se alevanta

quinta-feira, 3 de junho de 2010

CUIDADOS COM A SAÚDE

 DOENÇAS CARDIOVASCULARES
O que são?
De um modo geral, são o conjunto de doenças que afectam o aparelho cardiovascular, designadamente o coração e os vasos sanguíneos.
Quais são os factores de risco?
Tabagismo
 Os fumadores de mais de um maço de cigarros por dia têm quatro vezes mais enfartes do miocárdio do que os não fumadores. Contudo, até o fumo de poucos cigarros por dia – tabagismo ligeiro – aumenta o risco de enfarte do miocárdio: o fumo de apenas um a cinco cigarros por dia aumenta o risco de 40%. O tabagismo favorece o aparecimento da Angina de Peito, do Enfarte do Miocárdio e da Doença Arterial Periférica, e pode levar, inclusive, à morte.
Sedentarismo
A falta de prática regular de exercício físico moderado potencia outros factores de risco susceptíveis de provocarem doenças cardiovasculares, tais como a hipertensão arterial, a obesidade, a diabetes ou a hipercolesterolemia.
Diabetes Mellitus e obesidade
Os riscos de um acidente vascular cerebral ou do desenvolvimento de uma outra doença cardiovascular aumentam com o excesso de peso, mesmo na ausência de outros factores de risco. É particularmente perigosa uma forma de obesidade designada obesidade abdominal que se caracteriza por um excesso de gordura principal ou exclusiva na região do abdómen.
Maus hábitos alimentares
O excesso de sal, de gorduras, de álcool e de açúcares de absorção rápida na alimentação, por um lado, e a ausência de legumes, vegetais e frutos frescos, por outro, são dois factores de risco associados às doenças cardiovasculares. Para ser saudável, a alimentação deve ser variada e polifraccionada (muitas refeições ao longo do dia).
Hipercolesterolemia
Manifesta-se quando os valores do colesterol no sangue são superiores aos níveis máximos recomendados em função do risco cardiovascular individual. Veja o nosso post do dia 27-05-2010.
Hipertensão Arterial
A hipertensão arterial está associada a um maior risco de doenças cardiovasculares, particularmente o acidente vascular cerebral. Veja o nosso post de 21-05-2010.
Stress excessivo
O stress é inevitável enquanto vivemos, sendo uma consequência do ritmo de vida actual.

Quais são as formas de prevenção das doenças cardiovasculares?
É possível reduzir o risco de doenças cardiovasculares através da adopção de um estilo de vida mais saudável:
• Deixe de fumar;
• Controle regularmente a sua pressão arterial, o seu nível de açúcar e gorduras no sangue;
• Tenha uma alimentação mais saudável, privilegiando o consumo de legumes, vegetais, fruta e cereais;
• Pratique exercício físico moderado com regularidade;
• A partir de uma determinada idade (50 anos para as mulheres e 40 anos para os homens) é aconselhável a realização de exames periódicos de saúde;
• A prevenção deve começar mais cedo para os indivíduos com história familiar de doença cardiovascular precoce ou morte súbita.

Sinais de alerta, principalmente em pessoas mais idosas:
• Dificuldade em respirar.
• Angina de peito – quando, durante um esforço físico, se tem uma sensação de peso, aperto ou opressão por detrás do esterno, que por vezes se estende até ao pescoço, ao braço esquerdo ou ao dorso;
• Alterações do ritmo cardíaco;
• Enfarte do miocárdio - é uma das situações de urgência/emergência médica cardíaca. O sintoma mais característico é a existência de dor prolongada no peito, surgindo muitas vezes em repouso. Por vezes, é acompanhada de ansiedade, sudação, falta de força e vómitos.
• Insuficiência cardíaca - surge quando o coração é incapaz de, em repouso, bombear sangue em quantidade suficiente através das artérias para os órgãos, ou, em esforço, não consegue aumentar a quantidade adicional necessária. Os sintomas mais comuns são a fadiga e uma grande debilidade, falta de ar em repouso, distensão do abdómen e pernas inchadas.
(Retirado daqui com o devido respeito).