quarta-feira, 30 de abril de 2014

PRÓXIMA MARCHA - SILVES - 4-5-2014 às 9H30

Em cima recordamos a marcha do ano passado. Provavelmente, este ano, repetir-se-á a passagem pelo castelo. o que será sumamente agradável. A concentração é nas piscinas municipais e a organização da Câmara Municipal. Não esquecer que as marchas a partir desta, começam às 9H30. Na passagem pelo castelo, um exemplar fabuloso de arquitectura militar islâmica, que ocupa uma área de cerca de 12.000 m2, repare-se no material de que é feito, a taipa e o arenito vermelho da região. No interior não deixem de visitar a enorme cisterna com uma capacidade de armazenamento de 1.300.000 litros o que permitia o abastecimento a 1.200 pessoas durante um ano. Além do castelo, esta cidade (Xelb, durante o domínio muçulmano, ou Cilpes, no período romano), possui um património monumental enorme de que destacamos a Sé (na foto, em baixo), a mais importante construção gótica do Algarve, e a Ponte de Silves (passaremos ao lado), construída no Séc. XV. Enfim, motivos mais do que suficientes para não faltarmos a esta marcha, integrada no programa "Silves Tour".

segunda-feira, 28 de abril de 2014

MARCHANTES DA SEMANA

De inteira justiça destacar este grupo de Tavira, que, com a sua alegria, contribuíram, também, para o sucesso desta marcha. Só se lamenta a esporádica presença do autocarro de Tavira. Esta gente merecia estar em todas, para nosso prazer e deles também, claro.

domingo, 27 de abril de 2014

MARCHA DE SAGRES





"Só eu sei porque não fico em casa", dizem alguns adeptos do futebol, mas nós também sabíamos porque, especialmente hoje, não podíamos ficar em casa. Foram 240 km, ida e volta, mas valeu a pena. O local de concentração, o Forte do Beliche, muito bem escolhido, o aquecimento pelas meninas da zumba, o percurso com passagem pelo cabo de S. Vicente, a organização impecável, o bolo de torresmos no final, enfim tudo contribuiu para uma marcha fantástica. Só perdeu quem preferiu o vale de lençóis. Obrigado Vila do Bispo. 
E os autocarros de S. Brás de Alportel, Monchique, Albufeira, Faro, Aljezur, Loulé (2), Portimão, Tavira e União de Freguesias de Santa Maria e Santiago, de Tavira, também souberam no final da marcha porque não ficaram em casa.
Restantes fotografias AQUI.

sábado, 26 de abril de 2014

sexta-feira, 25 de abril de 2014

MARCHA DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO




Vila Real recebeu-nos na sua principal e histórica praça, a Praça Marquês de Pombal, com cravos, música alusiva à data e muita simpatia. Esteve presente o Director do IPDJ, simultâneamente Presidente da entidade organizadora, a Junta de Freguesia de Vila Real de Sto António, Dr. Luis Romão, com a sua boa disposição, o seu contagiante e constante sorriso.
Percurso muito belo, com passagem pela praia, pela Mata Nacional e pela emblemática rua das lojas. Em suma, foi uma excelente e saudável forma de comemorar os 40 anos do 25 de Abril.
Restantes fotos AQUI.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

VILA REAL STO ANTÓNIO

Às 10H00, na Praça Marquês de Pombal, amanhã, 25 de Abril, não faltaremos. 
Recordemos um poema da resistência, escrito em 1963, que deu origem a uma balada de António Portugal, cantada por Adriano Correia de Oliveira. Amália Rodrigues também a cantou. Pode ouvir a balada AQUI.

TROVA DO VENTO QUE PASSA

Pergunto ao vento que passa
Notícias do meu país
O vento cala a desgraça
O vento nada me diz.
Mas há sempre uma candeia
Dentro da própria desgraça
Há sempre alguém que semeia
Canções no vento que passa.
Mesmo na noite mais triste
Em tempo de servidão
Há sempre alguém que resiste
Há sempre alguém que diz não.

(Poema de Manuel Alegre)

terça-feira, 22 de abril de 2014

MARCHA DE SAGRES - 27 DE ABRIL - 10H00

Depois do aquecimento que será a marcha do 25 de Abril, sexta feira, publicitada no post anterior, temos a obrigação de visitar este local emblemático do nosso Algarve.
Concentração no Forte de Santa Catarina ou do Beliche ( e não na Fortaleza como está indicado no calendário), organização da Câmara Municipal de Vila do Bispo a que pertence a freguesia de Sagres. Na rotunda à entrada de Sagres vira-se à direita (há placa com a indicação do Forte de Beliche) e antes de chegar ao farol (que se vê ao fundo), do lado esquerdo fica o Forte de Santa Catarina ou Beliche.
Reza a história que foi em Sagres que o Infante D. Henrique instalou, no Sec. XV, a sua escola náutica.
É um local digno de ser visitado, especialmente a Fortaleza de Sagres, a Fortaleza do Cabo de S. Vicente ou antigo Convento do Corvo, o Forte de Beliche ou de Santa Catarina (local da concentração) e o Forte de Nossa Senhora da Guia ou Forte da Baleeira.
Além do extraordinário património, Sagres também é visita frequente e numerosa dos surfistas e praticantes de bodyboard dadas as características excelentes a essa prática das suas águas.
Transcrevemos comunicado da Prof.ª Cristina Peres, da Subunidade do Desporto e Juventude da Câmara Municipal de Vila do Bispo com explicações precisas sobre esta marcha:

segunda-feira, 21 de abril de 2014

PRÓXIMA MARCHA, 25 DE ABRIL - VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

É no dia 25 de Abril, com concentração na Praça Marquês de Pombal. 
A cidade de Vila Real de Santo António, teria nascido no local onde antes existia uma povoação de pescadores denominada Santo António da Arenilha. Sebastião José de Carvalho e Melo, mais conhecido como Marquês de Pombal, ministro do rei D. José I, foi o homem responsável pela criação da cidade. A edificação da cidade foi bastante rápida; a 17 de Março de 1774 foi lançada a primeira pedra e no dia 6 de Agosto do mesmo ano já estavam terminadas as Casas da Câmara e da Alfândega, os quartéis e começava-se a construção da igreja. Os edifícios foram construídos da mesma forma que os da baixa lisboeta, à base de peças pré-fabricadas que depois eram aplicadas no local, tornando a construção mais uniforme e célere. As obras ficaram concluídas a 13 de maio de 1776. A cidade desenvolvia-se numa malha urbana ortogonal perfeita, centrada na Praça Marquês de Pombal onde nos concentraremos para dar início à marcha. Uma grande marginal percorria as várias centenas de metros que separavam o aglomerado urbano do rio Guadiana e que ainda hoje existe. Marchemos nesta cidade emblemática local muito bem escolhido para comemorar os 40 anos do 25 de Abril.

domingo, 20 de abril de 2014

MARCHA DE SANTA BÁRBARA DE NEXE

Tradicionalmente a marcha do domingo de Páscoa tem diminuta frequência, o que justifica, no futuro, a sua não realização. Hoje, a acrescer a essa característica, a chuva ainda afastou alguns indefectíveis que poderiam estar presentes. Fica acima uma composição que espelha o dia terrível que alguns, poucos, enfrentaram. Parabéns a eles pela persistência, coragem e capacidade. Como não estive presente, servi-me das fotos do Mário Gonçalves, a quem agradeço.
Restantes fotos AQUI.

sábado, 19 de abril de 2014

PENSAMENTO DO DIA

A diferença entre o casamento e a prisão é que na prisão se pode jogar futebol aos domingos.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

CASAMENTO NO ALENTEJO

No primeiro dia após o casamento, diz o Manel à esposa:
-Alzira, agora qués m´nha melhéri, vou prantar as regras do monti aqui na mensa:
Às segundas à noti vou à taberna cus mês amigues.
Às terças à nôti tenho trêno de matraquilhos.
Às quartas à nôti é jogo de futebol que vou veri na taberna.
Às quintas, sextas e sábados à noti é campeonato de sueca.
Ó domingo à nôti tenho de me dêtar cedo pra descansari.
Tamos entendidos?
Responde a Alzira:
-Tamos sim senhora, marido. Ê cá pra mim só existi uma regra: Cá em casa todos os dias há sexu. Quem tá, tá…….quem na tá, tevessi.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

BENEFÍCIOS DAS CAMINHADAS

Um estudo acaba de revelar que fazer três caminhadas de 40 minutos, a um ritmo acelerado, durante a semana pode fazer o cérebro crescer e rejuvenescer.
Segundo o trabalho, que contou com a participação de 120 homens e mulheres de 55 a 80 anos, a caminhada é capaz de aumentar o tamanho do hipocampo, centro da memória no cérebro que é uma das primeiras regiões a serem afectadas pela doença de Alzheimer.
Normalmente, o cérebro encolhe com a idade. Mas exames realizados nos participantes após um ano de caminhadas mostraram que as principais regiões cerebrais - inclusive o hipocampo - haviam crescido até 2%.
De acordo com os investigadores, esse crescimento equivale a retroceder os ponteiros do relógio do cérebro em dois anos, uma mudança que consideram uma enorme melhoria. Um outro grupo que havia sido convidado para fazer uma série simples de exercícios de alongamento ao longo do ano teve as mesmas regiões do cérebro encolhidas em 1,5%.
Os resultados foram apresentados na conferência anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS), nos Estados Unidos.
Ao Daily Mail, o líder da pesquisa afirmou que o exercício pode não ser uma «pílula mágica» contra a demência, mas parece ser uma das melhores maneiras de manter a mente sã. “Não precisa de actividade física altamente vigorosa para ver esses efeitos”, acrescentou Kirk Erickson, da Universidade de Pittsburgh.
O cientista também observou que o cérebro permanece modificável após os 50 anos. Ainda que haja encolhimento e declínio na capacidade cognitiva, parece que isso não é tão inevitável quanto se pensava.
Segundo Erickson, aliar actividade física e exercícios mentais, como resolver quebra-cabeças, pode ser uma boa ideia para preservar o cérebro. Claro que quanto antes a pessoa incluir os hábitos na rotina, melhor. Mas o cientista salientou que nunca é tarde demais para começar.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

PESSOAS INTELIGENTES

Conta-se que numa cidade do interior um grupo de pessoas costumavam divertir-se com o idiota da aldeia.
O pobre coitado, de pouca inteligência, vivia de pequenos biscates e esmolas.
Diariamente eles chamavam "o idiota" ao bar onde se reuniam e ofereciam-lhe a escolha entre duas moedas: uma maior de 50 cêntimos e outra menor, de 1 euro.
Ele escolhia sempre a maior e menos valiosa, o que era motivo de risos para todos.
Certo dia, um dos membros do grupo chamou-o e perguntou-lhe se ainda não havia percebido que a moeda maior valia menos.
“Eu sei” - respondeu o tolo – “Ela vale metade, mas no dia em que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e nunca mais irei ganhar a minha moeda”.
Podem tirar-se várias conclusões dessa pequena narrativa.
A primeira:
Quem parece idiota, nem sempre é.
A segunda:
Quem eram os verdadeiros idiotas da história?
A terceira:
Se você for ganancioso, acaba por estragar a sua fonte de rendimento.
A quarta e mais interessante é:
A percepção de que podemos estar bem, mesmo quando os outros não têm uma boa opinião a nosso respeito.
Portanto, o que importa não é o que pensam de nós, mas sim, quem realmente somos.
Moral da História:

O maior prazer de uma pessoa inteligente é fazer-se de idiota, diante de um idiota que se julga inteligente.

terça-feira, 15 de abril de 2014

PRÓXIMO MARCHA, 20 DE ABRIL - STA BÁRBARA DE NEXE

Uma organização da Junta de Freguesia de Sta Bárbara de Nexe com concentração no local habitual, o Largo do Rossio.
Por motivos pessoais não vou poder estar presente, mas o nosso amigo Mário Gonçalves fará a reportagem fotográfica que depois utilizarei aqui no vosso blog e também na página do Facebook.
No dia 25 de Abril, na marcha de Vila Real de Sto António já vos farei companhia.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

MARCHANTE DA SEMANA

Já todos o conhecem, o homem do corno. Transformou-se já num símbolo das marchas, pelo seu saudável humor e pela paciência em carregar com aquele enorme apêndice. 

domingo, 13 de abril de 2014

MARCHA DO PEREIRO



Como lamento não ter estado convosco (no dia 25 estarei em Vila Real). Parece que foi uma marcha muito agradável e excelentemente organizada, segundo me diz o Mário Gonçalves o autor das fotos acima e de todas as que publicamos AQUI. Obrigado Mário pela disponibilidade. 
Parece que estiveram presentes autocarros de Albufeira, Faro, Olhão, Loulé, Junta de Freguesia de Porches e Universidade do Algarve.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

MARCHA FINAL EM MONCHIQUE - ANTECIPAÇÃO

Estamos na recta final do calendário de marcha/corrida da época 2013/2014. A marcha de encerramento será em Monchique, no dia 8 de Junho. Convém, desde já, começar a reservar esse dia para uma deslocação a essa bela vila sede do concelho com o mesmo nome. Sabemos que a Câmara Municipal e o seu Sector de Desporto e Juventude, representado pelo Prof. Emanuel Varela está empenhadíssima em organizar uma marcha que irá, certamente, ficar na memória de todos. Iremos durante o mês de Maio, aqui no vosso blog, divulgar tudo o que formos sabendo sobre esta marcha. Algo me diz que vai valer a pena. Esqueçam a praia, o passeio, o almoço fora de casa, tudo o que vos possa impedir de rumar a Monchique. Nesse dia, como diria Camões: “Cesse tudo o que a Musa antiga canta, que outro valor mais alto se alevanta”.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

ANULAÇÃO DA MARCHA DE TAVIRA



Devido à realização de eleições para o Parlamento Europeu, no dia 25 de Maio, a marcha agendada para esse dia, em Tavira, foi cancelada. Com tal cancelamento pretende-se a não interferência com a normalidade do acto eleitoral e proporcionar aos nosso marchantes mais tempo para cumprirem com o seu dever cívico.  Votem, mas não deixem de marchar, nem que seja até aos locais de voto. Eu não lhes perdoo, vou para o Ludo cumprir com o meu dever cívico de marchante e só depois cumprirei com o outro.

SALPICOS DE PADERNE


terça-feira, 8 de abril de 2014

PRÓXIMA MARCHA, 13 DE ABRIL - PEREIRO

Pereiro era uma antiga freguesia do concelho de Alcoutim, hoje, por força da recente reforma administrativa, freguesia de Alcoutim e Pereiro. 
Pereiro é uma pacata aldeia do bonito concelho de Alcoutim, situada numa zona serrana de grande beleza, banhada pelas ribeiras do Vascão e da Foupana, já bem próxima da fronteira com o Alentejo, constitui um símbolo de um outro “Algarve”, distanciado das praias douradas de águas cristalinas, mas cheio de encanto e com muito para ver e conhecer. 
A aldeia caracteriza-se pelo seu pitoresco casario alvo, distribuído nas ruas irregulares de traçado rural e popular, de feição serrana, típicas desta zona do barrocal Algarvio. 
Pensa-se que este é um território de antiga ocupação humana, já aproveitada pelos Romanos para extracção de minérios, tão importantes para o seu império. 
O seu topónimo virá dos muitos Pereiros selvagens que ainda hoje se encontram pela região.
Pereiro orgulha-se da sua Igreja Matriz de São Marcos, datada do século XVI (foto acima)
A marcha tem organização da Câmara Municipal de Alcoutim e concentração no Largo do Centro de Dia.
Lamentavelmente não me é possível estar presente nesta marcha. Vou meter uma cunha ao marchante Mário Gonçalves para vos fotografar.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

MARCHANTES DA SEMANA


A Isaltina Grade e a Anabela Pinheiro, a treinarem para uma caminhada de Valença a Santiago de Compostela (mais de 100 km para 5 etapas). Grandes mulheres. Assim é que é.

domingo, 6 de abril de 2014

MARCHA DE PADERNE





Depois de uma semana invernosa soube tão bem receber o sol nesta belíssima marcha. Paderne, as suas gentes, o seu passado histórico, o seu património, mereceram esta marcha soalheira, excelentemente organizada. A passagem pelo castelo, esse ex-libris local que, apesar de degradado, ainda se passeia por todo o mundo "agarrado" à nossa bandeira, de que é um dos 7 castelos ali representados, e que, só por esse motivo já merecia uma cuidadosa e fiel reconstrução. Dentro do castelo a Ermida de Nossa Senhora da Assunção ou Ermida da Senhora do Castelo, também mereceu o olhar atento dos marchantes, olhar triste, certamente, por se verificar o estado em que ficou depois de anos de abandono e vandalismo, que a despojou de todo o seu espólio, de tal forma que hoje só restam as paredes mestras. A passagem pela ponte do castelo, ponte romana de três arcos, com os seus característicos pilares prismáticos para melhor cortarem o caudal da ribeira de Quarteira em tempos de caudal intenso.
Enfim, foi mais uma marcha lindíssima, que nos fez recordar o nosso passado histórico, ao mesmo tempo que exercitávamos os nossos músculos num percurso algo duro, mas fácil porque a paisagem do barrocal padernense nos ajudava a esquecer a rudeza do caminho.
Organização impecável da Junta de Freguesia de Paderne com a pequena excepção do abastecimento de águas que, pelo facto de ter sido feito em dois locais diferentes, contribuiu para que uns recebessem duas garrafas e outros nenhuma.
Presentes autocarros de Faro, Aljezur, S. Brás de Alportel, Lagos. Monchique, Olhão e, aleluia, SILVES (vamos ver se é para continuar). 
Restantes fotos AQUI.

sábado, 5 de abril de 2014

PENSAMENTO DO DIA

A gordura localizada não é uma coisa ruim, desde que esteja localizada no corpo dos outros.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

MARCHANDO E RINDO

Um casal está jantando num restaurante de luxo, quando entra uma loira estonteante que, aproximando-se da mesa,  dá um beijo no marido e diz:
- Depois a gente se vê, ok ?

E vai embora.
A esposa olha para o marido com olhos esbugalhados e diz:
- Tu podes explicar-me quem diabo é essa mulher?
- É a minha amante..., responde o marido calmamente.
- Ah, não! Essa é a gota que fez transbordar o copo. Quero o divórcio já. Vou contratar o melhor advogado e não vou parar até te destruir.
- Eu entendo-te, querida - diz o esposo com total tranquilidade - mas tem em conta que se nós nos divorciarmos não haverá mais nada para ti, nem viagens à Cortina D'Ampezzo, nem cruzeiros nas Caraíbas, nem um BMW novo todos os anos, nem restaurantes de luxo... e vais ter que sair da mansão de 26 assoalhadas, que tanto gostas de esfregar na cara das tuas amigas porque eu vou comprar-te uma casa bonita, mas muito menor. Isso sem mencionar que se pensas contratar um advogado tão bom, os honorários dele vão comer-te metade do pouco que consigas tirar de mim... porque tu bem sabes que eu não sou burro e advogados "feras" é o que mais tenho nas minhas várias empresas. Mas, enfim, a decisão é tua... 
Nesse momento, entra no restaurante um amigo do casal, acompanhado por uma morena deslumbrante.
- Quem é aquela fulana que está com o Sérgio? - pergunta a esposa.
- É a amante dele.
- Ah!  A nossa é bem mais bonita, né amor?

quinta-feira, 3 de abril de 2014

O SABER NÃO OCUPA LUGAR


UM HOMEM EXTRAORDINÁRIO
Hamilton Naki, um negro sul-africano de 78 anos, morreu em maio de 2005. A notícia não apareceu nos jornais, mas a sua história é uma das mais extraordinárias do século XX.

Naki era um grande cirurgião. Foi ele quem retirou do corpo da doadora o coração que foi transplantado em Louis Washkansky em 1967 na Cidade do Cabo, na primeira operação de transplante cardíaco realizada com êxito. Era um trabalho muito delicado. O coração doado teria que ser retirado e preservado com o máximo cuidado. Naki era o segundo homem mais importante na equipe que fez o primeiro transplante cardíaco da história. Porém, não podia aparecer porque era um negro no país do apartheid. O cirurgião chefe do grupo, o branco Christiaan Barnard, transformou-se numa celebridade a partir daí. Porém Hamilton Naki não podia sair nas fotografias da equipe. Quando apareceu numa, por descuido, o hospital informou que era um empregado do serviço de limpeza.
Naki usava bata e máscara, porém jamais estudou medicina ou cirurgia. Havia abandonado a escola aos 14 anos. Era jardineiro na Escola de Medicina da Cidade do Cabo. Começou limpando as jaulas, e, sendo curioso, aprendia depressa. Aprendeu a técnica cirúrgica, vendo os médicos brancos que praticavam transplantes em cães e porcos.
Transformou-se num cirurgião tão excepcional, que o Dr. Barnard o requisitou para a sua equipe. Mas isto era um problema para as leis sul-africanas. Naki, negro, não podia operar pacientes brancos ou tocar no seu sangue. Porém, o hospital considerava-o tão valioso que fez uma excepção e o transformou num cirurgião clandestino.
Mas isso não importava e ele continuou estudando e dando o melhor de si, apesar da discriminação. Era o melhor. Dava aulas aos estudantes brancos,  ganhando  salário de técnico de laboratório, o máximo que o hospital podia pagar a um negro. Vivia numa barraca sem luz eléctrica nem água corrente, num gueto da periferia, como correspondia a um negro.
Hamilton Naki ensinou cirurgia durante 40 anos e retirou-se com uma pensão de jardineiro, de 275 dólares por mês. Quando o apartheid terminou, concederam-lhe uma condecoração e o título de médico honoris causa. Nunca reclamou das injustiças que sofreu ao longo de toda a sua vida. Apesar da clandestinidade e discriminação, jamais deixou de dar o melhor de si na sua paixão em ajudar a viver. Hamilton Naki, médico magnífico e um ser humano excepcional numa sociedade estúpida e desigual.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

PRÓXIMA MARCHA, 6 de ABRIL - PADERNE

Voltemos a Paderne, onde já não íamos desde o feriado de 5 de Outubro de 2012. Desta vez a um domingo o que é inteiramente merecido dada a qualidade do percurso (se for o mesmo), um misto de dificuldade e regresso ao passado histórico daquela região. A passagem pelo castelo (um dos sete da nossa bandeira) construido no sec. XII, e pela ponte medieval são motivos mais que justificados, se não houvesse outros, para não podermos faltar a esta marcha. O castelo foi reconquistado definitivamente em 1248, no reinado de D. Afonso III, por D. Paio Peres Correia, sendo a partir dessa data que se inicia o repovoamento da região. Este castelo foi perdendo importância estratégica a foi abandonado a partir do Sec. XVI, quando a povoação se deslocou para o local onde hoje se encontra. O terramoto de 1755 encarregou-se de quase o destruir. Com a classificação de Imóvel de Interesse Publico, por decreto de 22-11-1971 e a aquisição pelo Ministério da Cultura em 1997, permitiram que iniciassem trabalhos de prospecção arqueológica, tendo em vista a sua recuperação. Quando por ali passarmos, repare-se na sua forma quadrangular irregular, nos muros em taipa e nos indícios de estilo gótico e manuelino ainda possíveis detectar.
Passemos na ponte medieval, sobre a ribeira de Quarteira, imaginando a importância que à época teria na sua finalidade de serventia do castelo, nos seus três arcos de volta perfeita de alvenaria e no ano inscrito sobre o arco central (1711). 

terça-feira, 1 de abril de 2014