domingo, 29 de setembro de 2019

MARCHA DE PORTIMÃO - ENCERRAMENTO DA SEMANA EUROPEIA DO DESPORTO - 29-09-2019


Portimão eleita Cidade Europeia do Desporto, neste ano de 2019, procedeu também o encerramento da Semana Europeia do Desporto. 
"A Semana Europeia do Desporto é uma iniciativa da Comissão Europeia destinada a promover o desporto e a atividade física em toda a Europa e irá continuar a gerar novas atividades e a aproveitar das experiências positivas já existentes. O principal tema da campanha continua a ser #BeActive, que deverá incentivar cada um a estar ativo durante a «semana» mas também a permanecer ativo durante todo o ano" (retirado do "site" BeActive).
E que há a dizer sobre este encerramento? A nossa opinião, que só a nós compromete, é que foi monumental. O IPDJ e a Câmara Municipal foram simplesmente espectaculares. Sabemos, porque acompanhámos por fora, o enorme esforço de organização que os técnicos do IPDJ e o seu Director, tiveram na montagem de todo o recinto, no pedido de representação das diversas modalidades, no convite a atletas e dirigentes de clubes. 
A presença do Presidente do IPDJ, Vitor Pataco, da vogal Silvia Vermelho, do Director Regional Custódio Moreno (este já não é de estranhar, vai a todas), da Presidente da Câmara, Isilda Gomes e de todos os funcionários do IPDJ do Algarve, vieram transmitir a nós marchantes e aos representantes das modalidades presentes, a importância que o desporto, em todas as suas vertentes, tem para eles.
A marcha/corrida foi sumamente agradável, porque decorreu essencialmente na belíssima marginal de Portimão, debaixo de uma temperatura estival mas suportável. 
Uma nota que reputamos importante: As organizações têm por hábito fornecer água a todos os participantes. Hoje, no local de partida, foram distribuídos cantis para enchimento de água a meio da marcha. Pretendeu-se transmitir, e bem, a necessidade do combate ao plástico. Alguns reclamaram da impossibilidade de se fornecerem de água, ou porque não levaram os cantis, ou porque não os receberam. Meus queridos amigos marchantes e como diria o JC, "em verdade vos digo": as organizações não são obrigadas a fornecer água. Cada um deve levar de sua casa uma garrafa de água para se dessedentarem, caso as organizações não a forneçam. Não podemos ter tudo à "borliu", autocarro, água e fruta. Qualquer dia começamos a exigir o almoço complementado com uma bica e um fantástico medronho de Monchique.
Presentes autocarros de Aljezur, Faro, Lagoa, Loulé (3), Monchique, Olhão e São Brás de Alportel.
As fotos de hoje estão AQUI.

sábado, 28 de setembro de 2019

CORRIDAS À 6ª FEIRA - IPA - TRAIL TRANSIBÉRICO SOLIDÁRIO - 27-09-2019

O Corridas à 6ª Feira resolveu e bem colaborar com a IPA (International Police Association). Da primeira vez, com o CSP43, em Santa Catarina da Fonte do Bispo, foi um enorme sucesso, quer pela escolha e marcação do percurso, quer pela recepção e apoteose final. Hoje o evento na ponta leste do Algarve não desmereceu da primeira experiência. Organização irrepreensível, voluntários em cruzamentos quanto baste, apoio de ambulância, viaturas a percorrer os acidentados caminhos (recordemos que o evento foi anunciado como trail), em quantidade e apoteose final plena de alegria e amizade, com distribuição de bifanas, venda de cervejas cuja receita reverteu para os bombeiros locais, cumprindo fielmente a finalidade da organização policial no intercâmbio de indivíduos, na melhoria das relações da polícia com a sociedade e no desenvolvimento de actividades sociais e culturais. Presentes 123 campeões, numero razoável dada a distância a percorrer. 
Mas para o cidadão comum, para nós, fica a dúvida: o que é a IPA? Investigámos e fomos cair no "site" da organização. Transcrevemos com pequenas alterações o que nos permitiu perceber melhor o que desconhecíamos e se outros benefícios não tirámos da marcha/corrida, este já ninguém nos tira, o conhecimento de uma Associação interessante, no interior das nossas forças policiais e para nós, filho de um militar dessas forças, foi sumamente gratificante conhecer a IPA e ficar a conhecer as suas motivações:

O QUE É A IPA

"A Associação Internacional de Polícia é uma comunidade independente, composta por membros de diferentes Polícias, tanto no ativo como aposentados.
Atualmente IPA é uma organização com Status Consultivo Especial e vota no Conselho Económico e Social das Nações Unidas e tem estatuto consultivo junto do Conselho da Europa e da Organização dos Estados Americanos e é uma ONG internacional em relações operacionais com a UNESCO.
Hoje IPA está implementada em Seis Continentes, com mais de 500 000 membros sem distinção de grau, sexo, raça, cor, língua ou religião. A sua finalidade é criar laços de amizade e promover a Cooperação Internacional e cujos princípios estão proclamados na Declaração Universal dos Direitos Humanos, adoptado pelas Nações Unidas em 1948. Os seus ideais incluem o desenvolvimento de relações culturais entre os seus membros, a disseminação do conhecimento e troca de experiência profissional.
A IPA também procura promover a ajuda mútua no campo social e contribuir, dentro das suas possibilidades, para a coexistência pacífica de diferentes culturas e a preservação da PAZ NO MUNDO.
Pensamos que na era da Internet, uma das melhores formas de se comunicar uns com os outros e com os nossos parceiros é divulgando a associação através de um site.
Portanto, este site foi criado com a forma ideal para transportar para além das fronteiras o nosso trabalho, os nossos objetivos e a nossa existência para ser um lugar de amizade, cooperação e serviço.
Queremos que se sinta entre amigos, porque o que nos une a todos é esta grande família que é a Policia..
Seja bem-vindos A nossa porta está sempre aberta.

A Associação está empenhada em:
• Estimular contatos pessoais, organizando visitas e intercâmbio de indivíduos ou grupos e organizando as férias do grupo e iniciar amizades.
• Promover o respeito da lei e da ordem entre toda a polícia.
• Desenvolver atividades sociais e culturais e apoiar o intercâmbio de experiências profissionais.
• Melhorar a imagem da polícia nos países ajudando a melhorar as relações entre a polícia e a sociedade.
• Incentivar o intercâmbio de jovens e encontros internacionais para promover uma maior tolerância e compreensão entre as pessoas e conhecimento do trabalho da polícia.
• Facilitar a troca regular de publicações entre as secções nacionais e fornecer um serviço de informações para publicações nacionais IPA contendo notícias sobre qualquer assunto relevante para a Associação.
• Promover publicações internacionais e ajudar a preparar bibliografias de trabalho policial e, sempre que possível, todo o trabalho relacionado com a lei ou questões legais.
• Facilitar a cooperação internacional através de contactos amigáveis ​​entre policiais de todos os continentes e contribuir para a compreensão mútua das questões profissionais.
Como tudo começou:

IPA a maior organização policial do mundo, foi fundada a 1 de janeiro de 1950. Desde então, o seu lema em esperanto, Servo per Amikeco (Servir Através da Amizade) reuniu mais pessoas do que jamais o seu fundador imaginou.
A Associação nasceu porque um sargento da polícia de Lincolnshire, Inglaterra, chamado Arthur Troop, decidiu criar um canal de amizade e de cooperação internacional entre a polícia".
As fotos estão, como é habitual, AQUI.

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

PEGADAS À 4ª FEIRA - FARO ATIVO - 25-09-2019

O Faro Ativo é uma excelente iniciativa da Câmara Municipal de Faro e decorre entre o dia 7 de Setembro e o dia 20 de Outubro. 
O dia 25 de Setembro ficou reservado ao grupo informal de marcha/corrida Pegadas à 4ª Feira, o maior grupo de caminhadas do concelho de Faro. Incluir este grupo no programa Faro Ativo é o reconhecimento da CMF da importância do grupo na promoção do exercício físico no concelho. O Pegadas promove eventos durante todo o ano e sempre às 4ªs Feiras, movimenta muitas centenas de pessoas e é um exemplo de persistência, inovação e imaginação. 
O Faro Ativo é uma importantíssima iniciativa da Câmara Municipal, na promoção da actividade desportiva e lúdica do concelho, movimentando dezenas de actividades, trazendo ao conhecimento da população os inúmeros clubes, ginásios e associações existentes no concelho e incentivando as pessoas à prática saudável do desporto.  
O Pegadas esteve, como em anos anteriores, presente. Fez o seu papel, mostrou a quem ainda não sabia da sua existência, que é um grupo sólido, animado e imbuído da vontade em mostrar os benefícios da corrida e da marcha. 
Fomos até à Praia de Faro, rodeando o aeroporto, correndo e marchando (eram 232), voltámos nos autocarros fornecidos pela Câmara, mas bem poderíamos voltar a pé tal a já bela preparação física adquirida ao longo de dezenas de eventos. O António Santos marcou e desmarcou (bela imagem nos forneceu, de vassoura na mão, a apagar as setas que marcavam direcções). O Jorge Candeias, com aquele saber fazer que o caracteriza, foi o mestre de cerimónias, o representante da Câmara, a alma por detrás do evento.
As fotos de hoje estão AQUI.

terça-feira, 24 de setembro de 2019

PRÓXIMA MARCHA DO CALENDÁRIO REGIONAL - PORTIMÃO - 29-09-2019


O Presidente do IPDJ, Vitor Pataco, a Presidente da Câmara Municipal, Isilda Gomes e o Director do IPDJ-Algarve, Custódio Moreno, convidam todos os marchantes a comparecer nesta marcha incluída na cerimónia de encerramento da V edição da Semana Europeia do Desporto. 
A nossa marcha está incluída nos eventos que decorrerão entre as 9H30 e as 13H30.
Lá estaremos.

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

CORRIDAS À 6ª FEIRA - MONTE FRANCISCO - 13-09-2019

Sexta-feira, dia 13. Hum! dia, que para muitos é de má sorte. O 13 é o número do azar, a sexta-feira o dia em que o JC foi crucificado, de azar também, pelo menos para ele. O dilúvio universal aconteceu numa sexta-feira, segundo a tradição judaica. Os tarólogos dizem que a carta 13 representa a morte, talvez devido aos egípcios, que dividiam a vida em 12 estágios sendo que o 13º estágio representava a vida eterna, ou seja, a morte.  Há pessoas que acreditam que não se devem constituir mesas com 13 pessoas, porque dizem elas a mais velha morre a seguir. Mas esta superstição deriva, inocentemente, dos serviços de loiça terem normalmente 12 copos, 12 pratos e, com uma 13ª pessoa à mesa torna-se difícil a harmonia, ou então reportam-se à última ceia em que Jesus se reuniu com os seus 12 apóstolos, com 13 pessoas à mesa, sendo uma delas o traidor, Judas. Jesus morreu crucificado no dia seguinte.
Juntando os dois azares, do 13 e da sexta-feira, aí temos o supra-sumo total do azar. Sabiam que o horror que alguns, felizmente muito poucos, têm ao número 13 se chama triscaidecafobia? E que a fobia à sexta-feira 13 se chama parascavedecatriafobia? E esta heim! O que a net nos ensina!
A visita ao Campesino Recreativo Futebol Clube trouxe algum azar? Nadinha de nada. O Campesino, sedeado numa pequena localidade, dá cartas às grandes localidades, pela sua bela sede social, pela dinâmica, pelos eventos que organiza. O Campesino organiza bailes, ginástica, aulas de pintura, corridas de carinhos de rolamentos, festas para emigrantes e agora uma marcha nocturna, com a participação, pela 3ª vez, do Corridas à 6ª Feira.
Foi uma corrida muito bem esgalhada, sem incidentes, provando que as tretas do azar das sextas feiras dia 13, não passam disso mesmo, tretas.
Monte Francisco fica longe do grande centrão, paredes meias com Espanha, mas vale a pena a deslocação. O Campesino merece a comparência (hoje eram 73) e só lá vai quem quer e quem gosta destes eventos nocturnos, um hábito arreigado em muitos, o tal núcleo duro, que mantém o Corridas activo e que o empurra para a manutenção por muitos mais anos. E nós com dias 13, ou outros quaisquer, por aqui andaremos se a tanto nos "ajudar engenho e arte", em linguagem vulgar, os anos e os joelhos.
As fotos estão AQUI.

MARCHA/CORRIDA DE ALBUFEIRA - 22-09-2019

Marcha e Corrida Never Ending Summer Marina de Albufeira

"A 2ª Corrida – Marcha NESMA é agora prova oficial do IPDJ.
Sobre um espectacular percurso, irá percorrer as arribas junto ao mar e uma magnifica vista sobre a Marina de Albufeira, chegando pelo sul e contornando o espelho de água.

Com partida pelas 10:00 do dia 22 de Setembro, Domingo, contará com 2 percursos, um de 7 e outro de 11 Km.
O ponto de encontro será no topo nascente do espelho de água.

T-shirts garantidas para os primeiros 500 participantes, abastecimentos durante o percurso e muitas outras ofertas.

Trás os amigos e a família, e vem participar gratuitamente nesta prova épica".


Obs: Ao contrário do que diz o cartaz acima, a partida deverá ser dada às 10H00, tal como determinado pelo IPDJ.

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

FARO, PEGADAS À 4ª FEIRA - 11-09-2019


Enquanto o "chefe" António levantou voo e pousou nas Balcãs, os sedentários Pegadas foram dar a volta ao aeroporto, "ver os aviões levantar voo, a rasgar as nuvens, rasgar o céu". Esta foi a forma e a herança, deixada pelo líder, para nos sentirmos ou para ele se sentir mais perto de nós. Está longe, mas o cheirinho do aeroporto, o ruído dos levantamentos e das aterragens, é uma forma de ligação entre quem ficou e quem abalou. 
Foi uma marcha/corrida normal, com 152 presenças, sem incidentes, com a habitual boa disposição e salutar prática do exercício físico, em nome de quem não está esquecido, mas que merece estar a conhecer outras paragens e outras gentes. Fica bem António, passeia, diverte-te, nós por cá:
Espero(amos) a tua vinda
a tua vinda,
em dia de lua cheia.
Debruço-me sobre a noite
a ver a lua a crescer, a crescer...
Espero o momento da chegada
com os cansaços e os ardores de todas as chegadas...

(Fernando Namora)
As fotos de hoje estão no local habitual "cá aqui".

HOMENAGEM AO JOSÉ MARIA - 10-09-2019

Um grupo de amigos resolveu, em Boliqueime, numas caminhadas que agora surgiram às terças feiras, homenagear o Zé Maria. Nós que conhecemos o Zé Maria há muito tempo,  também fomos até Boliqueime e também o queremos homenagear, recordando uma crónica no extinto jornal O Algarve. Na altura o Zé Maria tinha 79 anos, agora tem 89, mas o que ficou escrito naquela altura, poderia ter sido escrito hoje. Recordaremos daqui a 10 anos novamente este texto se por cá ainda andarmos. O Zé Maria andará de certeza.  
Uma referência especial ao José Maria Casanova e ao Sérgio Sousa os obreiros desta justa homenagem. Ao lado as fotos do José Maria, com 79 e agora com 89 anos.

O QUERUBIM MARCHANTE
"O querubim é um ser bíblico, sobrenatural. O querubim, ser alado, angelical, frequentador ilógico da nossa imaginação, não pertence a este mundo. Tal como na sociedade em que vivemos também no céu há castas, ocupando o querubim, na hierarquia celeste, um lugar imediatamente abaixo do serafim e acima do arcanjo. Esta breve explicação, um pouco esotérica, permite-nos apresentar o marchante que, no nosso pelotão, mais se assemelha a um querubim. O seu aspecto diáfano e etéreo, simultaneamente alegre e folgazão, insinua no nosso subconsciente um efeito subliminar, deixando-nos o doce travo de um conhecimento antigo. E, com esforço, apelando ao mais recôndito da nossa memória, recordar-nos-emos dessa imagem bíblica, em tempos vislumbrada nalguma leitura mais mística, retratando nele um desses seres fantásticos e angélicos. Falta-lhe as asas, é certo, mas sobra-lhe o ar seráfico, o sorriso bondoso, constante, a alegria contagiante, a simpatia natural e a ... fita, ah! aquela fita que lhe rodeia a cabeça, qual auréola angelical, disciplinando-lhe os alvos cabelos que ainda embelezam, em quantidade apreciável, o seu celestial escalpe.
Homem fisicamente apto para a superação de qualquer obstáculo, arranca sempre na cabeça da marcha. Imprime um ritmo estonteante, provocando, logo na partida, um estiramento na extensa coluna que o precede. Quem quiser falar com ele, tem de aproveitar o antes ou o depois, porque durante a caminhada ele não está visível. Já lá foi, já desapareceu na primeira curva do caminho, deixando, como sinais da sua meteórica passagem, não "os traços miniaturais duns pezitos de criança", como diria Augusto Gil, mas as marcas, bem visíveis, das suas sapatilhas, impressas na poeira do caminho, marcas firmes, poderosas, que não sugerem dificuldades no vencimento das distâncias.
E quando chove? Quando a fúria dos elementos se encarniçam contra os marchantes? O nosso atlético querubim, sempre de calções e tshirt, sem qualquer protecção, indiferente ao frio e às intempéries, transfigura-se numa simbiose entre Eolo, o deus dos ventos, e Vulcano, o deus do fogo. "Cesse tudo o que a antiga musa canta, que outro valor mais alto se levanta", diria Camões, se colocado na presença do nosso herói. E a nós, mortais comuns, só nos resta a incrível sensação, de que ele passa através da chuva sem se molhar, que os ventos se desviam, temerosos, e que dele emana o poder de fazer chover, o poder de domesticar relâmpagos e trovões.
O Zé Maria tem a idade certa dos homens de idade incerta.
O Zé Maria, essa mágica força da natureza, tem 79 anos.
(Jorge Lopes)
As fotos de hoje estão AQUI.

domingo, 8 de setembro de 2019

MARCHA DO CARVOEIRO - 08-09-2019


Pela primeira vez desde que tenho memória das nossas marchas, já lá vão 26 anos (elas têm 33 anos), nunca iniciámos o calendário em data tão cedo. É um reflexo da pujança do programa. As candidaturas excedem os domingos disponíveis, de tal forma que houve a necessidade de começar mais cedo e acabar a 28 de Junho, em Loulé, ficando pelo meio 8 jornadas duplas, num total de 51 marchas (incluindo nocturnas). 
A marcha ainda em tempo de férias, praia e águas quentes, teve a frequência possível, cerca de 200 pessoas, mas foi muito interessante, que pelo local de concentração, uma das mais belas praias de Portugal, quer pelo percurso citadino, que se justifica por ser a primeira do calendário e não convinha grandes alardes de dificuldade.
Organização da Câmara Municipal de Lagoa muito boa, marcações perfeitas. 
A presença do Presidente da Câmara, Luis Encarnação e do Director Regional do IPDJ, Custódio Moreno, vieram abrir o calendário, com brilhantismo. 
Presentes, hoje, autocarros do anfitrião Lagoa e de Monchique.
Fotos AQUI.

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

CORRIDAS À 6ª FEIRA - AEROPORTO/LUDO - 06-09-2019

O aeroporto de Faro foi inaugurado em 1965, o Ludo não foi inaugurado, apareceu ali por obra e graça da criação do mundo, seja ele criado por um qualquer Big Bang, ou por um ser sobrenatural segundo as teorias criacionistas, ou que foi evoluindo segundo os evolucionistas. Que se lixem as teorias, a realidade é que existe e está aqui a 4km de Faro. O aeroporto é obra do homem, o homem é obra de quem? Com tanta cabecinha pensante ainda ninguém arranjou uma explicação capaz mais esclarecedora do que a básica: junta-se um homem com uma mulher, fazem uma visita aos pinhais do Ludo e 9 meses depois aparece mais um homem ou uma mulher. Isto é que é o verdadeiro criacionismo e é assim que os algarvios se multiplicam e enchem o Algarve de uma nova raça, que nenhum aprendiz de Hitler seria capaz de exterminar, os Ludianos em oposição aos outros, os Lusitanos, estes sem o cheiro a maresia, com cheiro a urzes e estevas. 
Se o Ludo falasse, muitos filmes se fariam, muitas histórias haveria de contar. Mas o Ludo não fala, o Ludo visita-se, o Ludo espanta-nos, o Ludo é visita permanente da Ria Formosa. No Ludo passam visitantes, a pé ou de bicicleta, nos sapais habitam peixes, nos caniçais vivem aves raras, passam por ali, de passagem, aves migradoras. O Ludo é dos mais belos sítios para visitar, parando aqui e ali, mirando a avifauna, fotografando e respirando a ar puro da Ria Formosa. 
Como diriam as redacções dos meninos, pouco imaginativos, das escolas de outros tempos: eu gosto muito do Ludo.
Na 4ª Feira o Pegadas andou por ali. Hoje foi o Corridas. Que queremos mais? Que dizer da caminhada/corrida desta noite? Faro é Faro e o Ludo é Faro e Loulé e mesmo com Festival F estiveram no Ludo 182 corredores/marchantes que não semearam qualquer semente, em prol do enchimento da humanidade, mas fizeram exercício físico. Bem bom.
E aqui fica uma crónica demente, por falta de sanidade, por excesso de vetustez. Aguentem ou então desistam de vir aqui, lugar onde nada se aprende.
As fotos estão AQUI.

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

FARO, PEGADAS À 4ª FEIRA - O LUDO - 04-09-2019

O aeroporto e o Ludo, sintetizam em pleno aquilo que, em tempos, chamámos de grande centrão. É nesta zona, pela sua equidistância em relação a todo o Algarve, que se conseguem as maiores frequências de participantes. O Pegadas que o diga (hoje foram 195) e o próximo evento do Corridas à 6ª Feira também o dirá depois de amanhã. Aliar o centro algarvio a uma beleza paisagística enorme não se consegue em muitos locais. O Pegadas tem essa facilidade em poder andar pelo Ludo, penetrando no concelho de Loulé que começa poucos metros a seguir ao portão, o tal portão mencionado no cartaz político à entrada do Ludo (diz o António que ou há portão ou há aquele famoso tronco de árvore, os dois serão como usar cinto e suspensórios), pela mata das Gambelas, pela baixa da cidade e pela original Malvada. O António Santos lá vai diversificando, saltitando entre os arredores e a cidade, concentrando a maltosa em locais nunca dantes imaginados, o Fórum, o Centro Hípico, a Moto Malta, a Universidade, o largo da ilha, animando a malta, realizando eventos interessantes nem sempre originais, porque tal não é possível, mas sempre animados. Hoje foi mais um até à Casa do Lago, um misto de alcatrão e terra batida, de casas senhoriais, campo, relvado do campo de golfe, marginando a ria com a ilha de Faro ao fundo. Que mais queremos? Onde encontraríamos melhor paisagem? O Algarve é muito belo, mas esta zona da Praia de Faro é a mais bela. 
As fots estão AQUI.

segunda-feira, 2 de setembro de 2019

PRIMEIRA MARCHA DO CALENDÁRIO REGIONAL DO IPDJ - CARVOEIRO - 08-09-2019

A primeira marcha/corrida do calendário regional para a época 2019/2020 aí está.
Organização - Câmara Municipal de Lagoa
Concentração - Largo da Praia do Carvoeiro.
Partida às 10H00
Que melhor local poderíamos encontrar para o início da nova época? 
Carvoeiro é uma das localidades mais típicas e belas do nosso Algarve e merece, inteiramente, que seja distinguida pela inauguração do calendário. 
Este ano vamos ter mais marchas/corrida, mais jornadas duplas. As candidaturas excedem largamente os domingos disponíveis e o IPDJ teve de antecipar a abertura, que nunca foi tão cedo, e retardar o encerramento. 
A pujança deste programa é factor de garantia da sua continuidade. Já são 33 anos de existência e serão, certamente, muitos mais. 
Os calendários para esta época devem começar a ser distribuídos no Carvoeiro e terão um novo formato muitos mais apelativo.
Obrigado IPDJ